Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Após críticas

Jair Bolsonaro volta atrás e diz que governo não comprará vacina chinesa contra covid-19

O presidente respondeu a críticas nas redes sociais, sobre o fato da vacina ser de origem chinesa, e disse que não vai adquiri-la.

Presidente afirmou nas redes sociais que não vai comprar vacina chinesa contra covid-19 (Foto: Reprodução)

Por

Menos de 24 horas depois de o Ministério da Saúde anunciar a compra de 46 milhões de doses da vacina da chinesa Sinovac contra Covid-19, que no Brasil, está sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, o presidente Jair Bolsonaro parece já ter voltado atrás e afirmou que a vacina não será adquirida por seu governo.

“NÃO SERÁ COMPRADA”, disse Bolsonaro no Facebook em resposta ao comentário de um apoiador que afirmou que a China é uma ditadura.

Presidente Jair Bolsonaro responde em rede social que não comprará vacina da China. — Foto: Reprodução

“Tudo será esclarecido hoje. Tenha certeza, não compraremos vacina chinesa. Bom dia”, escreveu o presidente em resposta a uma apoiadora que disse haver “um Mandetta milico no Ministério da Saúde”, em referência ao ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

A vacina da Sinovac é a aposta do governador de São Paulo, João Doria, para imunizar a população do estado. 

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, mas é alvo constante de críticas de boa parte dos apoiadores de Bolsonaro, que consideram o país uma ditadura comunista.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Luciano Cartaxo faz balanço da gestão e garante deixar recursos em caixa para execução de projetos e obras em andamento em João Pessoa

Prefeito eleito de Patos, Nabor Wanderley, se reúne com equipe de transição e prefeito atual da cidade nesta quarta-feira

Toffoli suspende decreto que propõe separar alunos com deficiência

Ministério Público denuncia ex-prefeito de Pilõezinhos e parentes por desvio de verba pública