Mudanças

João Azevêdo descarta, mais uma vez, demissão coletiva de secretários e Marialvo Laureano é um dos permanecerão no cargo; confira as principais apostas

Durante a cerimônia de posse, o governador declarou que as reformas acontecerão e que são dois mandatos diferente

João Azevêdo descarta, mais uma vez, demissão coletiva de secretários e Marialvo Laureano é um dos permanecerão no cargo; confira as principais apostas

Há muitas apostas de quais nomes ficarão e quais deixarão a gestão — Foto:Reprodução

O governador João Azevêdo (PSB) já fez questão de reafirmar que não haverá demissão coletiva de secretários na transição entres seus mandatos a frente do executivo. Ele garantiu que as mudanças irão ocorrer, mas de forma gradativa entre os meses de janeiro e fevereiro. 

Durante a cerimônia de posse, o governador declarou que “as reformas acontecerão e, por mais que seja um governo de continuidade, são dois mandatos diferentes”. Ele complementou afirmando que o mandato atual precisa ser encerrado e fechar toda a contabilidade para aí iniciar um novo ciclo.

Entretanto, há muitas apostas de quais nomes ficarão e quais deixarão a gestão. Na última semana de dezembro, o governador confirmou Marialvo Laureano na Secretaria da Fazenda. 

Entre as  grandes possibilidades de retorno circulam os nomes do médico Geraldo Medeiros na pasta da saúde, bem como os de Pollyana Dutra e Ricardo Barbosa.

Deusdete Queiroga deve ficar na Infraestrutura, Gilvan Martins no Planejamento,  Fábio Andrade na Procuradoria e Nonato Bandeira na Comunicação.

COMPARTILHE

Bombando em Política

1

Política

TCE-PB manda suspender todos os contratos milionários de shows do São João de Santa Rita

2

Política

Coronel Sobreira critica governo Lula após retorno do DPVAT: “desmanchando o que Bolsonaro fez”

3

Política

Jackson Macedo defende que Luiz Couto encerre vida política: “chegou a hora de descansar” 

4

Política

Inspeção do TCE constata 28 obras de creches paradas em municípios da Paraíba

5

Política

Jackson Macedo diz que Cida Ramos é melhor nome do PT para João Pessoa e alfineta Cartaxo: “acha que será candidato por canetada”