Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Pré-candidato

João Azevedo diz estar "firme e forte" para 2018 e que PMJP esqueceu o que é fazer obra com recursos próprios

João Azevedo disse que é natural sua presença nas inaugurações de obras no Estado, em função da sua função na administração

"Meu nome tá posto, meu nome foi colocado à disposição do partido para uma eventual disputa", disse João Azevedo (Foto: Walla Santos)

Por

O secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, confirmou, nesta segunda-feira (04), sua pré-candidatura, "firme e forte", ao Governo do Estado, nas eleições de 2018, durante entrevista ao programa Primeiro Jornal, da Band News. "Meu nome tá posto, meu nome foi colocado à disposição do partido para uma eventual disputa", disse João Azevedo, condicionando à decisão do partido e do povo paraibano. "Se esse for o entendimento do partido, nós vamos à luta, sim, no próximo ano", assegurou. 

João Azevedo disse que é natural sua presença nas inaugurações de obras no Estado, em função da sua função na administração. Segundo ele, a prioridade do PSB é o desenvolvimento da Paraíba e por isso a legenda tem se reunido nas regiões do Estado para construir o projeto para 2018.

Nascido em João Pessoa, no bairro de Cruz das Armas, João Azevedo sentiu-se à vontade para criticar a atual gestão municipal. Disse que a cidade de João Pessoa "esqueceu" o que são recursos próprios, porque não tem nenhuma obra feita com recursos próprios na Capital. "E olha que o orçamento da Prefeitura é de R$ 2,5 bilhões para uma única cidade, enquanto que o orçamento do Estado é de R$ 10 bilhões para todo o Estado", comparou, afirmando que ainda assim, o estado da Paraíba realiza investimentos com recursos próprios e é o segundo estado do Brasil em infraestrutura, só perdendo para São Paulo.  

João Azevedo também fez críticas à gestão de Campina Grande. Descartou qualquer possibilidade de municipalização da água em Campina Grande. "Na verdade, o que está por trás disso é o interesse de privatizar o sistema. A água que abastece Campina Grande não está em Campina Grande, está em Boqueirão. A água de Campina não é tratada em Campina, é tratada na estação de Gravatá, que também fica no município de Boqueirão", explicou João Azevedo, frisando que a rede pertence à Cagepa. O secretário explicou, ainda, que há municípios pequenos em que não se sustentam, em que a arrecadação não cobre o custo. As arrecadações de João Pessoa e Campina Grande é que contribuem para a manutenção das pequenas cidades, disse João. João Azevedo disse que a Cagepa adquiriu capacidade de investimentos e no balanço de junho apresentou superábit. 

Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais:
 FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Efraim Filho quer fiscalização sobre novas regras do parcelamento automático do cartão de crédito

Bolsonaro recebe visita do filho Flávio Bolsonaro em Brasília

Prefeito de São Mamede registra boletim de ocorrência após ameaças de morte

João Azevêdo confirma indicação de Adriano Galdino para o primeiro biênio, na ALPB