Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Terceira vez

João Pessoa tem carreata pelo impeachment de Bolsonaro neste domingo

Manifestantes reclamam da conduta do presidente durante a pandemia de covid-19.

Esta já é a terceira carreata do tipo este ano (Foto: CUT-PB)

Por

Neste domingo (21), João Pessoa teve mais uma carreata pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Esta já é a terceira manifestação do tipo neste ano. A concentração começou em Jaguaribe e os manifestantes seguiram até o bairro dos funcionários.

A carreata foi organizada por sindicatos e partidos. De acordo com a Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB), o ato reitera a posição contrária da CUT-PB à forma como o governo federal está tratando a pandemia, que já matou mais de quatro mil pessoas na Paraíba. Esse também é o argumento de diversos pedidos de impeachment que aguardam a avaliação da Câmara dos Deputados.

Em diversas ocasiões, Jair Bolsonaro gerou aglomerações de pessoas sem máscaras, como na sua passagem por Campina Grandena última semana. 

Além da saída do presidente, a CUT-PB pede a garantia de vacinação para todos. Para Tião Santos, presidente da central, os atos mostram a insatisfação da sociedade com o governo federal. "A manifestação expressa o sentimento do povo paraibano, que não suporta mais esse governo genocida, que só faz tirar os direitos do trabalhador. A carreata tem como marco principal a continuação do auxílio emergencial e vacina para toda a população”, afirmou.

De acordo com dados do consórcio de imprensa, a Paraíba se encontra em alta no registro de novas mortes, enquanto o Brasil tem uma média de 1.400 mortes diárias.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Cotado para presidência da OAB-PB, Raoni Vita diz que é um soldado da classe e critica 'letargia' da atual gestão: "nunca se viu tantos abusos contra a advocacia"

Senadora Nilda Gondim se posiciona a favor da CPI da Pandemia: ''acho muito certo''

Senadora Nilda Gondim é contra aquisição de vacinas pelo setor privado: ''Só se fosse para entregar ao SUS''

Senador Veneziano Vital assume presidência do MDB da Paraíba nesta sexta-feira