Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Justiça

Juíza diz que cassação e afastamento da prefeita de Conde são imediatos, mesmo com chances de recursos no TRE-PB e TSE

A Justiça Eleitoral decidiu cassar os mandatos da prefeita de Conde, Karla Pimentel, e do vice-prefeito, José Ronaldo Vieira Sales Júnior, mais conhecido como Dedé Sales.

Karla foi eleita prefeita de Conde em 2020 com 6.794 votos, representando 40,94% do total. De acordo com a decisão, os diplomas de Karla Pimentel e do vice-prefeito foram cassados devido a violações das regras de contabilidade eleitoral. (Foto: Divulgação)

Por

A juíza da 3ª Zona Eleitoral, Lilian Frassinetti Correia Cananea, declarou que a cassação e o afastamento da prefeita de Conde, Karla Pimentel, são imediatos. A Justiça Eleitoral decidiu cassar os mandatos da prefeita de Conde, Karla Pimentel, e do vice-prefeito, José Ronaldo Vieira Sales Júnior, mais conhecido como Dedé Sales. A decisão, a qual o ClickPB teve acesso, foi tomada na noite dessa quarta-feira (20). Com a decisão da juíza Lilian Frassinetti, a ex-prefeita Márcia Lucena deverá retomar o posto, já que foi a segunda colocada nas últimas eleições.

A magistrada destacou que a saída da prefeita Karla Pimentel é imediata, mesmo havendo oportunidade da prefeita recorrer no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Saiba mais

Karla foi eleita prefeita de Conde em 2020 com 6.794 votos, representando 40,94% do total. De acordo com a decisão, os diplomas de Karla Pimentel e do vice-prefeito foram cassados devido a violações das regras de contabilidade eleitoral.

A defesa de Karla Pimentel poderá recorrer da decisão para tentar reverter a cassação em outras instâncias. O ClickPB procurou a juíza Lilian Frassinetti, mas ela disse que não vai se pronunciar sobre o caso.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

STJ nega retirada de tornozeleira de Cláudia Veras e revoga apenas recolhimento domiciliar noturno

Pré-candidato ao Senado, Efraim Filho diz que está confiante para obter o apoio de João Azevêdo nas eleições em 2022

Cabo Gilberto mantém intenção de disputar o governo em 2022, mas ainda procura apoio da "ala conservadora" na Paraíba

Saiba como votaram os deputados paraibanos na MP que institui o Auxílio Brasil; programa vai substituir o Bolsa Família