TRE-PB

Justiça cassa mandato de vereadores eleitos pelo União Brasil em Serra Redonda e determina retotalização dos votos

PL denunciou o União Brasil por candidatura fictícia, acusando o partido de ter duas candidatas femininas que não realizaram campanha e tiveram votação irrisória

Justiça cassa mandato de vereadores eleitos pelo União Brasil em Serra Redonda e determina retotalização dos votos

Câmara de Serra Redonda — Foto:Reprodução/Google Street View

Uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) determinou, nesta quinta-feira (31), a anulação dos votos do União Brasil (Democratas em 2020) e cassação dos diplomas dos três candidatos eleitos a vereador pelo partido nas eleições de 2020 em Serra Redonda. A decisão, que deverá ser cumprida imediatamente, também determinou a retotalização dos votos para posse de novos vereadores.

Como visto pelo ClickPB, o PL denunciou o União Brasil, então Democratas em 2020, por corrupção ou fraude eleitoral e candidatura fictícia, acusando o União Brasil de ter duas candidatas femininas que não realizaram campanha e tiveram votação irrisória.

O PL também afirmou na ação que a candidata Alidiane Pontes recebeu apenas três votos e é filha de um outro candidato a vereador, fazendo campanha para o pai, que era do mesmo partido.

Em sentença de primeira instância, o juízo da 72ª Zona Eleitoral, em Campina Grande, negou a denúncia do PL, que recorreu ao TRE-PB.

Como acompanhado pelo ClickPB, a procuradora regional eleitoral, Acácia Suassuna, entendeu que houve provas de falta de campanha eleitoral contra Alidiane Pontes, mas com relação a candidata Fernanda Emily as provas foram consideradas frágeis. 

No julgamento, o relator do processo, o juiz Bianor Arruda, entendeu que, de fato, a candidata Alidiane Pontes deixou de fazer campanha própria para pedir votos e fazer campanha para o pai. 

No entanto, ele entendeu que a candidata Fernanda Emily chegou a realizar atividades de campanha junto com o candidato a prefeito que ela apoiava.

“[Decido] julgar parcialmente procedente reconhecendo abuso de poder, [determinando] cassação dos registros e diplomas de todos os candidatos do Democratas  retotalização dos votos, cumprimento imediato da decisão”, decidiu o relator, como notado pelo ClickPB.

O relator foi acompanhado pelos outros magistrados. Com a decisão, haverá cassação dos mandatos dos vereadores Anselmo Tavares Pontes, Eduardo Custódio de Araújo e João Marcos Ferreira da Silva e retotalização dos votos para vereador em Serra Redonda.

COMPARTILHE

Bombando em Política

1

Política

Hugo Motta careca? Deputado surpreende e surge de “cabelo raspadinho”; saiba o motivo

2

Política

STF inicia discussão sobre pensão para filha trans de militar

3

Política

Ao lado de Bolsonaro, Walber Virgolino oficializa pré-candidatura à Prefeitura de Cabedelo: “devidamente lançada”

4

Política

Bolsonaro percorre ruas de Cabedelo em carro aberto e visita mercado municipal

5

Política

VÍDEO: Bolsonaro recebe títulos de cidadão paraibano e cidadão pessoense em sessão na Assembleia Legislativa