Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Pedido de tutela

Justiça determina que Nilvan Ferreira apague publicação feita no Instagram chamando Berg Lima de bandido

A defesa de Berg Lima ajuizou ação contra a publicação de matéria no perfil do Instagram de Nilvan Ferreira, a qual tem conteúdo considerado difamatório sobre a compra de urnas funerárias.

Berg Lima foi afastado do cargo de prefeito de Bayeux em processo sobre contração de funcionários fantasmas. (Foto: Divulgação)

Por

O juiz Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, da 2ª Vara Mista de Bayeux, determinou que o radialista Nilvan Ferreira retire da internet publicações consideradas ofensivas ao prefeito de Bayeux afastado, Berg Lima. O magistrado deferiu pedido de tutela antecipada nos autos da ação. Em caso de descumprimento, foi fixado o pagamento de multa diária de R$ 1 mil.

A defesa de Berg Lima ajuizou ação contra a publicação de matéria no perfil do Instagram de Nilvan Ferreira, a qual tem conteúdo considerado difamatório sobre a compra de urnas funerárias sem licitação e superfaturadas. Na notícia, Berg Lima é chamado de "bandido".

Foram juntados aos autos documentos, inclusive contrato firmado com o vencedor do procedimento licitatório da compra mencionada na publicação do Instagram de Nilvan Ferreira.

Ao examinar o caso, o juiz Antônio Rudimacy destacou que as provas evidenciam a presença dos requisitos indispensáveis ao deferimento do pedido, que são a probabilidade do direito pleiteado e o perigo de dano, elencados no artigo 300 do Código de Processo Civil (CPC). "No que pertine à probabilidade do direito pleiteado, restou patenteado em razão do contrato de licitação acostado aos autos. Ademais, estamos diante de um caso em que, se por um lado não pode haver censura à liberdade de expressão ou pensamento, os abusos devem ser reprimidos na forma da lei", ressaltou o juiz.

Cabe recurso contra a decisão.

Berg Lima foi afastado do cargo de prefeito de Bayeux em processo sobre contração de funcionários fantasmas.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Câmara de Bayeux tem 10 dias para realizar eleição indireta e escolher novo prefeito

Bolsonaro volta a criticar governadores que pedem ajuda emergencial permanente

Gilmar volta a criticar governo e diz que situação só não é pior em razão do SUS e dos governadores

Sai João Gonçalves e entra Jutay Menezes na Secretaria de Articulação Política da Paraíba; veja outras mudanças