Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Acumulador

Justiça determina redução de R$ 23,5 mil no salário de José Maranhão para se adequar ao teto

A partir de agora, a remuneração de Maranhão não poderá superar o teto constitucional, que é de R$ 33,7 mil, referente ao salário de um ministro do STF.

Maranhão acumula os dois valores desde 2015, quando assumiu no Senado (Foto: Walla Santos)

Por

O senador paraibano José Maranhão terá seu salário reduzido por decisão da Justiça Federal. Atualmente, ele acumula R$ 57 mil por mês, considerando a pensão especial como ex-governador (R$ 23,5 mil) e o salário de senador (R$ 33,7 mil).

A liminar foi concedida pelo juiz Bruno Teixeira de Paiva após ação do Ministério Público Federal. O órgão considera que o caso provoca uma abusiva lesão ao erário.

O senador argumenta que o acúmulo não é ilegal por se tratar de duas fontes pagadoras distintas. Outros senadores também acumulam salários.

Um Projeto de Emenda à Constituição tramita no Senado para dar um fim a este acúmulo de remunerações.

A partir de agora, a remuneração de Maranhão não poderá superar o teto constitucional, que é de R$ 33,7 mil, referente ao salário de um ministro do STF. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre é quem deverá cumprir a decisão judicial.

Maranhão acumula os dois valores desde 2015, quando assumiu no Senado. De lá até outubro de 2018, quando foi ajuizada a ação, ele recebeu ilegalmente, segundo a decisão judicial, mais de R$ 1 milhão. Parte na ação, a União pode requerer de volta esse montante.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeita de Conde diz que recebe com surpresa decisão que cassa seu mandato e que falha nas contas de campanha foi corrigida

Márcia Lucena diz que Justiça expõe "práticas fora da lei" ao cassar chapa da prefeita Karla Pimentel em Conde

Márcia Lucena diz que aguarda presidente da Câmara para tomar posse na Prefeitura de Conde após cassação da prefeita: "decisão é clara"

Juíza diz que cassação e afastamento da prefeita de Conde são imediatos, mesmo com chances de recursos no TRE-PB e TSE