Crise

Jutay Meneses defende exoneração de secretário de Educação e diz que gestor precisa de sensibilidade para atender deputados

Jutay Menezes afirmou que já tentou falar com Roberto Souza por duas vezes, tentou uma terceira audiência e recebeu a informação que o secretário só atenderia dois meses depois.

Jutay Menezes afirmou que tentou falar com Roberto Souza por duas vezes

Jutay Menezes afirmou que tentou falar com Roberto Souza por duas vezes

O deputado estadual Jutay Meneses defendeu a saída do secretário de Educação, Antônio Roberto Souza, da pasta. Para ele, ao ocupar uma pasta do executivo, deve-se ter em mente a necessidade não apenas de ser um bom administrador, mas que também precisa ter algum traquejo político para conduzir a relação com os agentes políticos.
“Para que a secretaria de governo tenha a devida atenção, tem que ter um ponto de equilíbrio. Você tem que ser o gestor, sem sombra de dúvida, o gestor tem que estar em alta. Entretanto, você tem que ter um ponto político, a sensibilidade política de saber atender bem os parlamentares. E como eu já disse, na hora de dizer não, dizendo não”, justifica. O dpultado afirmou que se for consultado, opina pela saída dele.
Jutay Menezes afirmou que tentou falar com Roberto Souza por duas vezes, tentou uma terceira audiência e três semanas depois   recebeu a informação que o secretário só podia atender dois meses depois.
Antes de Jutay Meneses, Adriano Galdino também se queixou do atendimento dado pelo secretário de Estado aos aliados do governador João Azevêdo.

COMPARTILHE

Bombando em Política

1

Política

Prefeitura de Parari vai torrar quase R$ 650 mil na compra e montagem de pneus

2

Política

Familiares, amigos e autoridades se despedem do ex-deputado Agassis Almeida em velório na Assembleia

3

Política

Lula cobra Haddad e diz que ministro tem que dialogar com Congresso ‘em vez de ler livro’

4

Política

Servidores do Estado recebem salários a partir do dia 29; confira calendário completo

5

Política

Nilvan Ferreira escanteia Walber Virgolino em Cabedelo e diz que está construindo aliança com Vitor Hugo para 2026