Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Emerson Panta

Ministério Público denuncia prefeito de Santa Rita por contratações ilegais de servidores

O gestor admitiu mais de 100 servidores na administração municipal de Santa Rita em desacordo com a lei.

Prefeito de Santa Rita foi denunciado por contratação ilegal de servidores (Foto: Reprodução)

Por

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça do Estado (TJPB) contra o prefeito do município de Santa Rita, Emerson Panta, por contratações ilegais de servidores. De acordo com investigações realizadas pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa (Ccrimp), o gestor admitiu mais de 100 servidores na administração municipal em desacordo com a lei. A denúncia está sob relatoria do desembargador Arnóbio Alves Teodósio.

As irregularidades foram praticadas entre os anos de 2017 e 2020. Um levantamento realizado pela Ccrimp através do Sistema Sagres do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) revela que, nesse período, foram realizadas 137 admissões irregulares de pessoas para atuarem em diversas áreas da administração municipal, em Santa Rita.

Embora tenham sido feitas sob o pretexto de necessidade temporária de excepcional interesse público, o MPPB constatou que as admissões foram realizadas para o exercício de funções e atividades rotineiras. Além disso, as admissões desobedeciam o prazo máximo de contratação e também à norma que proíbe a recontratação antes de 12 meses do término do contrato.

Tais condutas, além de violarem os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade na Administração Pública; a regra constitucional do ingresso no serviço público através da aprovação em concurso público, também afrontaram normas municipais, como a Lei 1874/2018. “Em reforço às evidências da total ausência do excepcional interesse público nas contratações em massa de servidores temporários, agregue-se que o denunciado vem adotando a prática desde 2017, fazendo persistir situações de ilegalidade ante o desempenho, pelos prestadores contratados de modo precário, de funções correspondentes a cargos efetivos”, diz a denúncia.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Vice-presidente da Câmara de Bayeux estranha presidente da Casa acionar Justiça para barrar eleição indireta

Presidente da Câmara de Piancó na Paraíba aciona polícia para retirar vereadores de dentro do parlamento

Seis candidatos concorrem à eleição indireta para Prefeitura de Bayeux na próxima semana

Jefferson Kita e presidente da Câmara, Inaldo Andrade, protocolam chapas para disputar cargo de prefeito na eleição indireta de Bayeux