Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Câmara Federal

Partidos já definiram 14 dos 65 nomes da comissão do impeachment

Legendas têm até a próxima segunda-feira para escolher integrantes. Líderes do PT e do PSDB vão integrar colegiado que decidirá sobre processo.

Por

Até a noite desta sexta-feira (4) os partidos políticos com representantes na Câmara definiram 14 dos 65 nomes que serão indicados para compor a comissão especial destinada a dar parecer pela continuidade ou não do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. As legendas têm até às 14h da próxima segunda (7) para definir os nomes.

Na noite desse mesmo dia, será realizada uma sessão extraordinária no plenário da Câmara para confirmar a chapa com as indicações dos 65 deputados titulares e 65 suplentes feitas por todos os partidos. Após a confirmação dos nomes dos integrantes, a comissão irá se reunir na terça-feira (8) para eleger, por meio de voto secreto, o presidente e o relator, a quem caberá fazer um parecer.

O PT anunciou dois dos oito deputados do partido que farão parte do colegiado - os líderes do governo, José Guimarães (PT-CE), e do PT, Sibá Machado (AC). A assessoria do PSDB disse que já foram definidos dois dos seis membros - o líder do partido na Câmara, Carlos Sampaio (SP), e o deputado Bruno Araújo (PSDB-CE).

O PMDB ainda não definiu os nomes e enfrenta dificuldades na negociação, já que há uma divisão no partido em relação ao governo da presidente Dilma. Uma ala liderada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defende que a legenda se afaste do governo, enquanto o líder do partido na Câmara, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), se aproximou de Dilma durante a reforma ministerial e defende a "governabilidade".

O Solidariedade, partido de oposição, já escolheu seus dois integrantes: o líder do partido, Arthur Maia (BA), e o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), ambos defensores do impeachment. O PSOL escolheu o deputado Ivan Valente (RJ) e anunciou que votará contra a continuidade do processo.

O representante do PMN será o Antônio Jacome (RN). O PPS indicou Alex Manente (SP). O PDT indicou Afonso Motta (PDT-RS) e Dagoberto Nogueira Filho (PDT-MS). Os indicados do PRB são Jhonatan de Jesus (PRB-RR) e Vinicius Carvalho (PRB-SP). Sarney Filho (MA) atuará na comissão pelo PV.

Veja quais são os nomes definidos até agora:

PT
José Guimarães (CE)
Sibá Machado (AC)

PSDB
Carlos Sampaio (SP)
Bruno Araújo (CE)

PV
Sarney Filho (MA)

Solidariedade
Arthur Maia (BA)
Paulo Pereira da Silva (SP),

PRB
Jhonatan de Jesus (PRB-RR)
Vinicius Carvalho (PRB-SP).

PPS
Alex Manente (SP)

PDT
Afonso Motta (PDT-RS)
Dagoberto Nogueira Filho (PDT-MS)

PSOL
Ivan Valente (RJ)

PMN
Antônio Jacome (RN)

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

João Azevêdo critica fake news sobre vacinas e diz que imunização dará retomada à economia

Jane Panta toma posse como deputada estadual da Paraíba nesta segunda-feira

Justiça decreta bloqueio de bens de ex-presidente da Câmara de Cabedelo, Lucas Santino

João Azevêdo nomeia Galego do Leite como secretário executivo da Articulação Municipal