Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Negociação

Patriota faz nova convenção nesta segunda-feira para tentar viabilizar filiação de Bolsonaro

Aliados de Bolsonaro conversaram esta semana com Fred Costa, que, afirmam, acenou positivamente à entrada do presidente da República no partido.

Partido com o qual o presidente Jair Bolsonaro tem negociado sua filiação, o Patriota realiza nesta segunda-feira uma nova convenção. (Foto: Reprodução)

Por

Partido com o qual o presidente Jair Bolsonaro tem negociado sua filiação, o Patriota realiza nesta segunda-feira uma nova convenção. O objetivo do presidente da sigla, Adilson Barroso, é sanar irregularidades apontadas por um cartório de Brasília, que, entre outros pontos, exigiu a comprovação de que houve quorum qualificado para alterar o estatuto da sigla, na convenção do dia 31 que filiou o senador Flávio Bolsonaro e abriu caminho para o ingresso do presidente da República. 

A contestação foi provocada pelo vice-presidente do Patriota, Ovasco Resende, adversário político de Barroso e principal entrave à filiação de Bolsonaro.

Ao mesmo tempo que marcou a nova convenção, a ala ligada a Barroso tenta negociar com Resende e seu grupo político. Líder do partido na Câmara dos Deputados, Fred Costa (MG) recebeu de aliados de Bolsonaro a promessa de que, mesmo com a filiação do presidente, continuará controlando o diretório estadual de Minas Gerais e permanecerá com a liderança da legenda na Câmara.

A Resende, que atualmente controla diretórios estaduais como Rio e São Paulo, foi oferecido o controle do partido na capital paulista. E também a manutenção do controle, por Resende, da fundação da sigla, que recebe verba mensal.

Adilson Barroso e Ovasco Resende não chegaram a conversar pessoalmente, e as tratativas têm sido feitas por interlocutores de ambos. Aliados de Bolsonaro conversaram esta semana com Fred Costa, que, afirmam, acenou positivamente à entrada do presidente da República no partido. Procurado pela reportagem, o parlamentar não retornou as chamadas.

Ovasco Resende, por sua vez, continua resistente à filiação de Bolsonaro enquanto não houver uma conversa entre todos.

— Adilson está, de novo, tentando forçar a realização de uma convenção. Ele tem uma diligência a cumprir, exigência feita pelo cartório de notas. E antes de cumprir vai, de novo, cometer irregularidades. Até agora nosso grupo não foi procurado pela família Bolsonaro. Como vai existir consenso sem diálogo? — disse Ovasco.

Já Barroso nega que tenha cometido qualquer irregularidade.

— Por conta da pressão que houve na última convenção, ocorreram alguns erros de digitação na ata. Para resolver isso, vamos fazer uma nova convenção para acertar a documentação do Patriota. Aí o cartório não vai mais poder fazer cobranças — afirmou.

Na última quarta-feira, o cartório do 1° Ofício de Notas do Distrito Federal emitiu uma nota devolutiva — utilizada para cobrar esclarecimentos — dando 30 dias para a entrega de documentos que expliquem a "eventual não satisfação do quorum qualificado".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Cabo Gilberto diz ser alvo de ataques após críticas ao presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino

Deputados da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovam, por maioria, retomada de sessões presenciais em modelo híbrido

Assembleia Legislativa da Paraíba retoma sessões nesta terça-feira e deputados decidem se retomam atividades presenciais

TSE pede ao STF que Bolsonaro seja investigado por disseminação de fake news contra urnas