Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Editoria sobre Política ir para editoria →

De Catolé do Rocha

PPS expulsa vereador eleito preso por homicídios na Paraíba

Conforme o advogado eleitoral Fábio Andrade, o candidato eleito Bira Rocha poderá se filiar a outro partido antes de assumir o cargo ou até mesmo, ele pode tomar posse sem partido

Ubiraci Rocha foi o sexto vereador mais votado da cidade de Catolé do Rocha (Foto: Divulgação)

A Direção Estadual do PPS na Paraíba decidiu, em reunião extraordinária, nesta terça-feira (04), expulsar de seus quadros o presidiário Ubiraci Rocha, conhecido como ‘Bira Rocha’, eleito como vereador na cidade de Catolé do Rocha, nas eleições municipais do dia 2 de outubro, após obter 948 votos.

De acordo com o presidente estadual do partido, Nonato Bandeira o PPS não poderia corroborar com a “anomalia da Justiça” em aceitar que um presidiário fizesse campanha dentro de uma unidade prisional. “Não poderíamos aceitar uma pessoa com esse perfil dentro do nosso partido e já comunicamos a decisão aos diretórios municipal de Catolé do Rocha e nacional do PPS”, falou Nonato.

Conforme o advogado eleitoral Fábio Andrade, o candidato eleito Bira Rocha poderá se filiar a outro partido antes de assumir o cargo ou até mesmo, ele pode tomar posse sem partido. “E o PPS pode entrar com uma ação de cassação do mandato do vereador e tudo vai depender do resultado da decisão”, ressaltou.

Bira responde a processos por homicídios e ligação com o tráfico de drogas. Ele foi preso em João Pessoa pelo Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil da Paraíba, em maio deste ano, dentro de uma agência bancária no bairro de Mangabeira. De acordo com a polícia, o vereador eleito é suspeito de fazer parte de um esquema criminoso de pistolagem, relacionado a homicídios na cidade de Catolé do Rocha.

De acordo com a gerência do Sistema Penitenciário da Paraíba, Ubiraci foi votar escoltado por agentes penitenciários depois que a juíza Lilian Frassinette Correia Cananea determinou a saída do preso para votar.


Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Vereadores de João Pessoa aprovam LOA 2016 e crédito de R$ 400 milhões

Vereadores barram aumento no tempo de carência da Zona Azul

CMJP dispensa obras de artes em prédios públicos estaduais e federais

Formação de comissão de impeachment de prefeita provoca confusão em Câmara