Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

STJ

Presos na Operação Calvário, responsáveis por empresa educacional, protocolam pedido de habeas corpus

Marcio Nogueira Vignoli e Hilário Ananias Queiroz Nogueira​ são apontados como integrantes do núcleo econômico investigado na Operação Calvário.

A Operação Calvário foi deflagrada na manhã da última terça-feira (Foto: Reprodução/PF)

Por

Marcio Nogueira Vignoli e Hilário Ananias Queiroz Nogueira, indicados como responsáveis pela Conesul Comercial e Tecnologia Educacional Eireli e presos na Operação Calvário na última terça-feira (17) impetraram pedido de habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). A ministra Laurita Vaz, que já presidiu o STJ, foi designada para relatar o pedido de habeas corpus.

Marcio Nogueira Vignoli e Hilário Ananias Queiroz Nogueira são apontados como integrantes do núcleo econômico investigado na Operação Calvário.

De acordo com o sistema do STJ, os habeas corpus estão conclusos para decisão da ministra Laurita Vaz, da sexta turma. O pedido de habeas corpus do irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho, também foi distribuído para a ministra Laurita Vaz.

Até o momento não há previsão de quando deverá ser tomada alguma decisão sobre os pedidos que foram protocolados.



Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Governador João Azevêdo é vacinado com terceira dose contra Covid-19

Veneziano e Aguinaldo Ribeiro se reuniram em gabinete no Senado para discutir chapa majoritária com governador em 2022

Auditor do TCE-PB denunciado na Operação Calvário é demitido do cargo

Prestes a chegar na Paraíba, João Dória não cita Romero Rodrigues como candidato no estado e diz que PSDB ainda discute alianças