Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Embargos

STF volta a julgar pena de ex-presidente Lula no caso do triplex, na próxima terça, com transmissão no Youtube

A sessão será transmitida pelo canal do STJ no YouTube, a partir das 14h.

Defesa do ex-presidente opôs embargos à pena do caso do triplex (Foto: Reprodução)

Por

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), deve analisar na próxima terça-feira (5), em sessão por videoconferência, a possibilidade de modificação do regime inicial de cumprimento da pena de oito anos e dez meses de reclusão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a que ele foi condenado no caso do triplex do Guarujá (SP). A pena, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, foi estabelecida pelo colegiado em abril do ano passado.  

A sessão será transmitida pelo canal do STJ no YouTube, a partir das 14h. Nela também serão julgados embargos de declaração opostos por outros réus da ação penal e pelo Ministério Público Federal. 

As sessões virtuais nos colegiados de direito penal foram implementadas recentemente, após a aprovação, pelo Pleno do STJ, da Emenda Regimental 36/2020, e são destinadas ao julgamento dos chamados recursos internos (embargos de declaração e agravos regimentais).

Apesar de não ser necessária a publicação de pauta e de não haver sustentações orais, é garantida ao advogado a possibilidade de manifestação, inclusive por meio de memoriais, durante o prazo de realização da sessão virtual (sete dias).

Entretanto, após destaque apresentado pelos ministros do colegiado durante o prazo da sessão virtual, os embargos de declaração da defesa de Lula foram encaminhados para análise na sessão por videoconferência, que substitui, de forma excepcional durante a pandemia no novo coronavírus (Covid-19), as sessões presenciais.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Anísio Maia abre chance de aliança com Cartaxo e diz que fará mudanças no transporte coletivo e coleta de lixo

Tovar ou Bruno: Romero Rodrigues anuncia nesta quinta-feira quem será o candidato a prefeito de Campina

Terceira Câmara Cível mantém condenação de ex-prefeito de Catingueira por improbidade administrativa

Pré-candidato a vereador de João Pessoa é investigado por propaganda eleitoral antecipada