Confusão

Vereador fala em “golpe” e diz que PDT havia pedido documentos para filiação de Lauremília Lucena: “em menos de um dia tudo muda”

O vereador ainda falou que segue no comando do PDT de João Pessoa até o dia 4 de novembro. Partido ainda não definiu o que vai acontecer em seguida.

Vereador fala em “golpe” e diz que PDT havia pedido documentos para filiação de Lauremília Lucena: “em menos de um dia tudo muda”

Vereador Junio Leandro — Foto:Reprodução

A renovação de mandato, por mais seis meses, do diretório provisório do PDT na Paraíba fez o vereador Junio Leandro, de João Pessoa, criticar o partido e falar em “golpe”. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Junio Leandro disse que o PDT nacional havia pedido documento de Lauremília Lucena para que ela se filiasse e, possivelmente, comandasse o partido no estado, mas a situação “mudou de um dia para o outro”.

Como observado pelo ClickPB, Junio Leandro falou que esteve com o deputado federal Mersinho Lucena, filho de Lauremília e do prefeito da Capital, Cícero Lucena, em Brasília participando de uma reunião com o PDT nacional. Nessa reunião, Mersinho teria recebido um pedido para que os documentos de Lauremília fossem enviados ao PDT.

“Na política existem jogos de bastidores. Em menos de um dia tudo muda. Estive com o atual presidente (nacional do PDT) e, na presença de Mersinho, nos foi pedido os documentos e dito que Lauremília viria para o partido. Solicitaram isso na minha frente. Agora, fomos pegos de surpresa. Fico triste porque está parecendo novela mexicana e muita gente perde a fé no partido. Não estou entendendo mais nada”, desabafou Junior Leandro, como visto pelo ClickPB.

O vereador ainda falou que pode acontecer um golpe dentro do PDT de João Pessoa, já que ele tem o comando do diretório somente até o dia 4 de novembro.

“Só está faltando este golpe. Só falta isso para Brizola virar de costas no túmulo. Não duvido mais de nada. Como vereador da Capital, acredito que também a maior liderança política, não tenho informação de nada. É tudo por bastidor, articulando e negociando”, afirmou o vereador, como notado pelo ClickPB.

COMPARTILHE

Bombando em Política

1

Política

Raniery Paulino sugere que Léa Toscano rompa com prefeito de Guarabira e vá para base aliada do governador João Azevêdo

2

Política

Adriano Galdino revela que prefeitos querem ir para Republicanos por insegurança no PSB: “estão insatisfeitos”

3

Política

Major Sidnei alega insegurança partidária e perseguição de Gervásio Maia após deixar o PSB

4

Política

Exclusivo: Gleisi convoca reunião urgente com Cartaxo, Cida, Jackson, Tulio e Couto para definir eleição em JP

5

Política

Após reações, governo Lula recua e suspende nota técnica sobre aborto legal até 9 meses