Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Escolha

​Vereador Mikika Leitão entra na disputa pela presidência da Câmara de João Pessoa e deve registrar chapa​

A votação da Mesa Diretora ocorrerá no dia 1º de janeiro de 2021 logo após a posse dos parlamentares.

Mikika Leitão deve concorrer à presidência da Casa de Napoleão Laureano no dia 1º de janeiro de 2021. (Foto: Reprodução)

Por

O vereador Mikika Leitão (MDB) deve registrar chapa para a disputa da presidência da Câmara Municipal de João Pessoa, segundo informou, nesta quarta-feira (23), o jornalista Luís Tôrres, no programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM. A votação da Mesa Diretora ocorrerá no dia 1º de janeiro de 2021 logo após a posse dos parlamentares. 

Dos 27 vereadores, 11 não estão ligados ao grupo do vereador Dinho (Avante) e Bruno Farias (Cidadania) que registraram a primeira chapa para a disputada da presidência da Casa Napoleão Laureano em dois biênios, respectivamente. Em seguida do registro, conforme apurou o ClickPB, os vereadores fizeram uma fotografia na frente da Câmara. Eles estiveram reunidos no dia de hoje.  

Na semana passada, um grupo de 16 vereadores de João Pessoa se reuniram para definir os próximos presidentes da Câmara Municipal. A decisão foi de que o vereador Dinho (Avante) deve assumir a presidência da Casa a partir de 2021.



Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Assembleia aprova, por unanimidade, projeto de lei que autoriza Governo da Paraíba comprar vacina contra a covid-19

Governadores divulgam carta afirmando que Bolsonaro publicou dados distorcidos sobre verbas na pandemia

João Azevêdo desmente Bolsonaro após presidente afirmar que enviou R$ 21 bilhões para combate à pandemia na Paraíba

Senadores querem CPI e impeachment de Bolsonaro