Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Religião

Editoria sobre Religião ir para editoria →

Veja vídeo

Arcebispo da Paraíba diz que a decisão para suspender celebrações presenciais foi tomada para "evitar que vidas sejam ceifadas"

Em vídeo, Dom Manoel Delson chamou a atenção para a importância da solidariedade com os enfermos, os profissionais de saúde e a cooperação com as autoridades estadual e municipal.

Por

O Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, disse nesta terça-feira (9) que a decisão de manter suspensas as celebrações presenciais foi tomada para "evitar que vidas sejam ceifadas".

Em vídeo, Dom Manoel Delson chamou a atenção para a importância da solidariedade com os enfermos, os profissionais de saúde e a cooperação com as autoridades estadual e municipal. Ele também enfatizou a importância dos cuidados preventivos ao contágio da Covid-19.

"Queremos dar a nossa contribuição, limitando as atividades da nossa igreja àquilo que é possível sem aglomerações. As igrejas continuam abertas, os padres continuam atendendo as pessoas individualmente, as pessoas podem ir rezar nas nossas igrejas, de modo individual. É o que nós podemos fazer nesse momento", explicou o arcebispo.

"Nos unimos, pedindo a Deus as melhores bênçãos, para que esse momento tão difícil passe o quanto antes. Pedimos que continuemos no isolamento social, usando máscara, álcool em gel e tomando todas as providências para que o coronavírus não continue ceifando vidas. A nossa contribuição é nesse sentido de evitar que vidas sejam ceifadas por essa pandemia. O que nós podemos fazer é não aglomerar, ficar em casa, evitar o contato com as pessoas e usando máscara, usando álcool em gel, lavando sempre as mãos e tendo todos os cuidados necessários de acordo com os protocolos de saúde", disse o arcebispo.

"Estamos dando a nossa contribuição e colaborando com as autoridades do nosso estado e nosso município, e também com todos os agentes de saúde que estão nesse momento se imolando no cuidado daqueles que já estão hospitalizados. A saturação da rede de saúde é visível, os hospitais superlotados, e nós precisamos dar a nossa resposta, enquanto cidadãos e enquanto cristãos. Que Deus nos abençoe e nos proteja e vamos seguir com essas restrições, mas em demonstração da nossa solidariedade àqueles que estão enfermos, aqueles que trabalham nos hospitais, às autoridades que estão fazendo o possível e também às famílias que já tiveram seus entes queridos ceifados pelo coronavírus", concluiu.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Fé e ostentação: pastora paraibana acusada de ser 'estelionatária da fé' ganhou fama através de polêmicas; relembre

Fiação exposta, extintor vencido, alimentos sem procedência e aglomeração motivaram interdição de igreja da pastora Renallida, em Cabedelo

Com igreja fechada, pastora reúne fiéis na praia e faz pregação e promessas de cura

Pastora Renallida vai processar pastor Anderson por calúnia e difamação após ser chamada de 'estelionatária espiritual'