Coração

Cardiologista alerta para riscos de infarto e necessidade de exames antes e durante a prática de esportes e academia

Médica Gabriella Cunha Lima afirmou que os problemas cardíacos podem afetar jovens, idosos, homens e mulheres que não façam prevenção e exames do coração.

Cardiologista alerta para riscos de infarto e necessidade de exames antes e durante a prática de esportes e academia

Cardiologista Gabriella Cunha Lima — Foto:Reprodução/YouTube

A chegada do verão faz com que muitas pessoas busquem a prática esportiva ao ar livre ou em academias. No entanto, há risco de piora de problemas cardíacos pré-existentes que não sejam de conhecimento dos pacientes e, com isso, existe a possibilidade de morte súbita. O alerta foi feito nesta quarta-feira (29) pela cardiologista Gabriella Cunha Lima, durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

Como acompanhado pelo ClickPB, a cardiologista alertou que os problemas cardíacos podem afetar jovens, idosos, homens e mulheres que não façam prevenção e exames do coração antes de iniciar qualquer prática esportiva ou em academias. 

Ainda conforme a cardiologista, nos últimos anos, os problemas cardiovasculares estão sendo registrados de maneira mais corriqueira em pessoas jovens que fazem uso de anabolizantes e suplementos sem necessidade. 

Como exemplo, a médica citou o caso de um homem com cerca de 45 anos que pratica beach tennis e não tem predisposição física para problemas cardíacos. Com isso, sentiu dores na região do peito por cinco dias e só procurou ajuda médica quando o caso se agravou.

“Tivemos um caso de morte de um jovem em uma academia, mas temos também outros casos, incluindo abuso de anabolizante. Também atendi um homem que era magro, praticava atividade física e vinha sentindo dores no peito por cinco dias, praticando normalmente o beach tennis sem se dar conta de que estava infartando. Por sorte, ele buscou ajuda e conseguimos reverter o quadro. Isso é para ser ter noção da importância de ter atenção aos sintomas e manter check-up cardiovascular em dia”, falou a cardiologista Gabriella Cunha Lima, como notado pelo ClickPB.

Como sintomas de alerta para o infarto, a médica alertou que eles são diferentes entre homens e mulheres e pessoas que possuem doenças como diabetes e hipertensão. Confira abaixo um resumo dos sintomas mais comuns citados pela cardiologista.

  • Homens: suor frio, dor na mandíbula, dor ou dormência sem explicação no braço esquerdo e na região das costas;
  • Mulheres: suor frio, dor sem explicação no braço direito, dor na boca do estômago, dores abdominais sem causa aparente;
  • Pessoas com diabetes: dores leves sem causa aparente na região do abdômen, dor na boca do estômago e sintoma semelhante a gastrite de forma insistente.

Por fim, a cardiologista recomendou que antes de qualquer atividade em academia ou física de forma mais intensa as pessoas busquem acompanhamento médico para a realização de exames que possam identificar problemas cardíacos, evitando possibilidade de morte súbita.

“A prevenção sempre é o melhor caminho. Hoje temos exames modernos, que devem ser feitos não só para quem procura uma atividade física, mas para rotina de todos com a realização de eletrocardiograma e ecocardiograma. A prevenção começa nos consultórios para que todos possam fazer exercícios físicos sem riscos de problemas cardíacos”, falou Gabriella Cunha Lima, como acompanhado pelo ClickPB. 

COMPARTILHE

Bombando em Saúde

1

Saúde

Ministério da Saúde vai enviar vacinas contra dengue para mais 29 municípios

2

Saúde

Paraíba aplica mais de 38 mil doses de vacinas no Dia D contra a dengue e de multivacinação

3

Saúde

Pesquisa revela que brasileiro bebe menos água do que necessário; ingestão melhora funcionamento do organismo

4

Saúde

Pesquisa da Fiocruz alerta para aumento da taxa de suicídio entre criança e jovem

5

Saúde

Nutricionista ensina como montar lancheiras saudáveis para o retornoas às aulas das crianças