Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Imunizante

Estados receberão doses para vacinar todas as crianças contra Covid até dia 15, diz Queiroga

"Até o dia 15 de fevereiro nós distribuiremos doses para vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos", disse Queiroga.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que até o dia 15 de fevereiro a pasta irá encaminhar aos estados doses suficientes para vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos com a primeira dose contra a Covid-19.

"Estamos trabalhando fortemente para antecipar as doses infantis para que os pais também exerçam o direito de vacinar os seus filhos. Até o dia 15 de fevereiro nós distribuiremos doses para vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos", disse a jornalistas na manhã desta segunda-feira (7).

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estima que, em 2021, havia 20,4 milhões de pessoas de 5 a 11 anos. Dessa forma, o governo precisa enviar esse quantitativo para conseguir vacinar todas as crianças do país com primeira dose.

A vacinação infantil foi incluída na campanha nacional de vacinação em 5 de janeiro. Já a aplicação das doses teve início no dia 14 de janeiro. O menino indígena Davi Seremramiwe Xavante, 8, foi o primeiro imunizado, com doses pediátricas da Pfizer.

A previsão do governo é receber 20 milhões de doses da Pfizer pediátrica no primeiro trimestre, tendo a possibilidade de ampliação para mais 10 milhões.

O ministério incluiu no dia 21 de janeiro a Coronavac na campanha de vacinação contra a Covid-19 de crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

Além das doses já em estoque, a pasta pediu no mês passado a compra de 10 milhões de doses da vacina Coronavac ao Instituto Butantan para imunizar crianças contra a Covid-19.

A vacinação de crianças e adolescentes é tema sensível no governo Jair Bolsonaro (PL), pois o mandatário distorce dados e desestimula a imunização dos mais jovens. Ele chegou a ameaçar expor nomes de servidores da Anvisa que aprovaram o uso de vacinas da Pfizer em crianças.

Em nota divulgada no dia 8 de janeiro, o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, rebateu insinuações de supostos interesses escusos da Anvisa na vacinação de crianças e cobrou retratação do presidente.

O uso da Coronavac no Brasil também se tornou tema de disputa entre Bolsonaro e o governador paulista João Doria (PSDB).

O presidente chegou a mandar cancelar a compra de 60 milhões de doses desta vacina e chamou o imunizante de "vacina chinesa do Doria".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

De 7 mil testes de Covid-19 feitos em junho, um quarto apresenta resultado positivo em Campina Grande

João Pessoa vacina todos os públicos a partir dos cincos anos neste sábado; veja locais

Paraíba tem 103 pessoas internadas em unidades públicas de referência para covid-19

Suplemento alimentar pode ser prescrito por biomédicos, diz conselho