Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Reserva

Familiares devem cadastrar idosos acamados acima de 80 anos para receber vacina contra a covid-19 em João Pessoa

O cadastro dos idosos já pode ser feito para que eles sejam imunizados assim que a vacina estiver disponível.

Vacinação de idosos vai começar pelos acamados (Foto: Reprodução)

Por

Famílias que tenham idosos acamados e com mais de 80 anos em João Pessoa já podem iniciar cadastro para a vacinação do idoso contra a covid-19. Para isso, é necessário procurar a Unidade de Saúde da Família mais próxima ou ligar para 3214-7149 com os documentos do idoso em mãos para realizar o cadastro.

As informações são do chefe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Fernando Virgolino. Ao ClickPB, ele explicou que as vacinas ainda não chegaram, mas o cadastro dos idosos já está sendo feito para que eles sejam procurados assim que a vacina estiver disponível. A distribuição das doses para as 12 Gerências Regionais de Saúde acontecerá na quarta-feira (27).

A Secretaria de Saúde da Paraíba anunciou nessa segunda-feira (25) que usaria as 16.600 doses de Coronavac que chegaram ao estado para vacinar idosos acima de 80 anos, um dos grupos mais vulneráveis à doença.

De acordo com a secretária executiva de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, a decisão foi pautada com dados técnicos referente à mortalidade da população maior de 80 anos que é treze vezes maior que a taxa de mortalidade estadual. 

A quantidade de vacinas é suficiente para 8.300 idosos e a Secretaria pretende começar pelos idosos acamados. Em seguida, serão vacinados os idosos que respiram com auxílio de qualquer suporte ventilatório; que apresentam algum grau na perda de sua autonomia; que tenham sofrido eventos agudos por doenças crônicas e não transmissíveis como insuficiência renal aguda, acidente vascular encefálico, insuficiência arterial periférica; idosos portadores de obesidade e/ou diabetes e/ou hipertensão arterial.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Varíola dos macacos: Portugal confirma 5 casos e receio de transmissão comunitária na Europa aumenta

Sob alerta nacional, Prefeitura de Campina Grande orienta unidades de saúde para notificação e exames em crianças com sintomas de hepatite aguda

Sobem para 429 os casos de hepatite misteriosa no mundo, diz OMS

Xangai diz que chegou a 'Covid zero', mas milhões permanecem confinados