Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Hanseníase tem cura, mas precisa de diagnóstico precoce, explica secre

None

Durante o lançamento do Plano Nacional de Eliminação da Hanseníase, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, fez um alerta para a população sobre os sintomas da doença. No ano passado, o sistema de sáude identificou 38.410 mil casos.

"É importante que qualquer mancha, principalmente se for uma mancha esbranquiçada que posam ter bordas avermelhadas e que tenha uma característica de insensibilidade ao calor, pode ser hanseníase. As pessoas têm que procurar imediatamente o serviço de saúde sem ter medo ou preconceito", alertou.

Jarbas Barbosa ressaltou também a importância da detecção da doença ainda na fase inicial. "Hanseníase tem cura e se detectada precocemente ela cura sem deixar nenhuma seqüela e melhor, quando começa o tratamento, ela pára quase de imediato a transmitir. Não transmite mais para o ser grupo familiar nem ao seu grupo de convivência comunitária".

A doença é infecciosa e contagiosa, causada por bacilos. Não é hereditária e a evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa infectada. Os principas sintomas são: dormência nas extremidades das mãos e pés, manchas brancas e avermelhadas em qualquer parte do corpo, geralmente com perda de sensibilidade ao calor, frio, dor e tato, e diminuição da força muscular.

Fonte: Agência Brasil

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Paraíba já tem 425 casos suspeitos de microcefalia

Seis vacinas sofrerão alterações em 2016

Farmácias têm dificuldade para repor estoques de repelentes em JP

Confira esquema de fim de ano nas unidades de saúde da Paraíba