Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Em João Pessoa

Maternidade Frei Damião realiza primeiro parto de grávida com suspeita de Covid-19

A gestante tem 17 anos e foi atendida primeiramente no Hospital Edson Ramalho. Mas como ela estava com tosse e falta de ar, foi encaminhada para a maternidade.

A adolescente foi acompanhada pela equipe médica da Frei Damião, onde recebeu todos os cuidados necessários e por volta das 16h de ontem ela deu à luz a Alice, de parto cesáreo. (Foto: Divulgação)

Por

A Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, registrou o primeiro caso de grávida com suspeita de coronavírus dando à luz um bebê, nessa terça-feira (28). A gestante tem 17 anos e foi atendida primeiramente no Hospital Edson Ramalho. Mas como ela estava com tosse e falta de ar, foi encaminhada para a maternidade que tornou-se unidade de referência para atendimentos da Covid-19, sejam casos suspeitos ou confirmados.

A adolescente foi acompanhada pela equipe médica da Frei Damião, onde recebeu todos os cuidados necessários e por volta das 16h de ontem ela deu à luz a Alice, de parto cesáreo.

A médica obstetra Andressa Vinagre, que conduziu o procedimento na Frei Damião, explicou que a paciente gestante, com 38 semanas, veio transferida do Hospital Edson Ramalho porque apresentava queixa de sintomas gripais, tosse seca, e falta de ar há quatro dias e que, apesar de não ter tido histórico de febre, era um caso bem suspeito diante do quadro clínico.

"Na chegada do plantão a paciente foi avaliada e continuava com dispneia importante, apesar da saturação ter melhorado. Discutimos o caso entre nós, obstetras, e decidimos que seria mais prudente intervir, primeiro que ela poderia piorar a qualquer momento, e segundo, por ser uma gestação de termo, melhoraria a capacidade pulmonar dando um melhor conforto repositório para a mesma e a cesariana foi indicada", esclareceu.

Andressa Vinagre destacou que a equipe foi paramentada com óculos, protetor facial, máscara N95, máscara descartável, touca, capote impermeável, capote cirúrgico, duas luvas e propés. Ela disse ainda que a cirurgia ocorreu sem nenhum problema e que a paciente se manteve estável e foi transferida para a UTI apenas por precaução e monitoramento.

Para a diretora geral da Maternidade Frei Damião, Selda Gomes, a realização desse primeiro parto em uma paciente com suspeita de Covid-19 mostra que a equipe médica está preparada e que a unidade de saúde dispõe de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para a realização desse tipo de procedimento com toda segurança. "A transformação da Frei da Damião em maternidade referência para atendimento a pacientes com Covid-19 é mais um desafio que estamos enfrentando e que, com certeza, vamos vencê-lo, com a união e determinação de todos", destacou.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Paraíba totaliza 2.023 mortes e mais de 90 mil casos de covid-19; total de leitos de UTI ocupados chega a 44%

CRM-PB diz que Rio Tinto não tem respiradores e mantém fechado Pronto Atendimento para casos de Covid-19

Anvisa aprova segunda dose da vacina de Oxford contra Covid-19 em voluntários

Não há motivo para alívio nos números brasileiros de coronavírus, diz OMS