Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Imunização

Prefeito de Lucena diz que crianças vacinadas com doses de adultos são acompanhadas por agentes de saúde e que médicos não teriam sido acionados por famílias

O gestor informou, durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (17), que os médicos disponibilizados não teriam sido acionados pelas famílias.

"O agente de saúde passa nessas residências, inclusive pede assinatura do pai e da mãe para que realmente mostre que ele visitou aquela residência, para saber se houve algum tipo de diferença na saúde dessa criança", declarou o prefeito. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

Por

O prefeito de Lucena, Leo Bandeira, disse que as crianças vacinadas com doses de adultos contra Covid-19 estão sendo acompanhadas por agentes de saúde. O gestor informou, durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (17), que os médicos disponibilizados não teriam sido acionados pelas famílias.

"Essas famílias estão sendo acompanhadas diariamente pelos agentes de saúde. E tem um médico à disposição. O agente de saúde passa nessas residências, inclusive pede assinatura do pai e da mãe para que realmente mostre que ele visitou aquela residência, para saber se houve algum tipo de diferença na saúde dessa criança", declarou o prefeito de Lucena, conforme apurou o ClickPB.

O MPF e o Ministério Público da Paraíba estão investigando a vacinação errada em Lucena, que resultou em cerca de 60 crianças vacinadas contra a Covid-19 com doses vencidas, destinadas a adultos. As doses pediátricas só chegaram à Paraíba na sexta-feira (14), mas os menores de 12 anos já estavam sendo imunizados com doses inadequadas desde a primeira semana de dezembro do ano passado.

O prefeito Leo Bandeira relata que "até o momento, não tivemos nenhuma anormalidade. Nenhum médico foi contactado. Mesmo assim, o Ministério da Saúde, a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) e a Anvisa estão colocando médicos à disposição para que a gente possa fazer esse acompanhamento dessas famílias."

Saiba mais


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

População de João Pessoa pode se vacinar contra a Covid-19 em diversos pontos da cidade

Paraíba não registra internamentos por covid-19 nas últimas 24h

OMS reafirma que situação da varíola do macaco no Brasil é 'preocupante'

Varíola dos macacos: estudos afirmam que a transmissão pode ser também assintomática