Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Imunização

São Paulo reduz intervalo entre doses da Pfizer e Astrazeneca para 30 dias

A partir de sexta-feira (20), todas as pessoas que tomaram a primeira dose dessas vacinas há 30 dias já podem se cadastrar na 'xepa' nos postos de saúde

A partir de hoje, todas as pessoas que tomaram a primeira dose dessas vacinas há 30 dias já podem ir a uma unidade de saúde para se cadastrar na “xepa”. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Por

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou nesta sexta-feira (20), a redução do intervalo entre a primeira e a segunda dose das vacinas da Pfizer e da Astrazeneca na capital paulista.

A partir de hoje, todas as pessoas que tomaram a primeira dose dessas vacinas há 30 dias já podem ir a uma unidade de saúde para se cadastrar na “xepa”, na qual são usadas as doses restantes, para que não haja o desperdício de imunizantes.

Até então, era necessário cumprir a espera de 60 dias antes de poder tomar a segunda dose.

A redução do intervalo faz parte do plano de imunizar completamente a população o quanto antes, para evitar a transmissão da Covid-19 e suas variantes.

Vacinação de adolescentes

Também nesta sexta-feira, a prefeitura paulistana afirmou que começará a vacinar adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidades na próxima segunda-feira (23). Gestantes e puérperas desta faixa etária também poderão receber o imunizante contra a Covid-19.

Neste sábado (21), adolescentes de 16 a 17 anos com comorbidades poderão se vacinar. Dos 48 mil adolescentes de 16 e 17 anos com comorbidades elegíveis para a vacina, cerca de 6.810 já se vacinaram até esta sexta-feira, o que representa menos de 15%.

Para que os adolescentes possam se vacinar é necessário a presença de um responsável, além de um documento de identificação, cartão do SUS e comprovante de residência, que pode ser apresentado de forma digital.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Brasil registra 447 mortes por Covid em 24 h e chega a 605 mil óbitos

João Pessoa aplica neste sábado D1 para 12+, D2 para quem tomou um dos três imunizantes e D3 para 60+

Paraíba registra apenas uma morte por covid-19, 216 novos casos e 24% de ocupação de leitos

Luxemburgo se torna o primeiro país europeu a liberar plantio e consumo doméstico de maconha