Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Tecnologia

Elon Musk diz que não tem casa própria e mora em imóveis de amigos

Bilionário dono da Space X afirmou que a expectativa é enviar 1 milhão de pessoas até 2050 em naves estelares.

Elon Musk (Foto: Reprodução)

Por

O bilionário Elon Musk, dono da Space X, primeira empresa a levar civis para o espaço, afirmou que qualquer pessoa pode conseguir US$ 100 mil (cerca de R$ 465 mil) para viajar até Marte desde que consiga trabalhar e economizar. O homem mais rico do mundo ainda ressaltou que não gasta seus bilhões de dólares em consumo pessoal e, mesmo com sua fortuna, não tem casa própria e mora em imóveis de amigos.

"Se você falar o que é necessário para levar pessoas e carga suficientes para Marte para construir uma cidade autossustentável, tem que pensar no grupo de pessoas que quer ir. Uma pequena porcentagem irá querer, poderá se dar ao luxo ou conseguir patrocínio. Mas precisa ser um milhão de pessoas. Acho que os governos vão pagar por isso e as pessoas poderão fazer empréstimos", disse durante entrevista para o chefe das conferências TED, Chris Anderson, divulgada nesta segunda-feira (18).

"Se os custos da mudança para Marte são, para fim de argumentação, US$ 100 mil, então acho que você sabe que qualquer um pode trabalhar e economizar e, eventualmente, ter o dinheiro e poder ir para Marte, se quiser. Queremos disponibilizar para quem quiser ir", complementa.

Animação da SpaceX mostra como seria a decolagem da nave capaz de elvar dezenas de passageiros a Marte — Foto: Reprodução/Youtube/SpaceX

Não é a primeira vez que Musk afirma que a passagem será viável. Em 2019, ele afirmou no Twitter sobre o preço da viagem. A expectativa é de que até 2050 cerca de mil naves estelares com 100 pessoas em cada uma (total de 1 milhão de viajantes) sejam enviadas para o "Planeta Vermelho" através da SpaceX.

“Estou confiante de que a mudança para Marte (a passagem de volta é gratuita) um dia custará menos de US$ 500 mil e talvez até menos de US$ 100 mil. Baixo o suficiente para que a maioria das pessoas em economias avançadas possa vender sua casa na Terra e se mudar para Marte, se quiser.”

O bilionário ressaltou também que sua empresa trabalha na criação de uma usina de combustível em Marte para que sejam possíveis as viagens de retorno das naves estelares.

"É um método generalizado de transporte para qualquer lugar do sistema solar porque o ponto que você tem um depósito de propelente [material que pode ser usado para mover um objeto com força] em Marte, você pode viajar para o cinturão de asteróides e para as luas de Júpiter e Saturno, e finalmente para qualquer lugar no sistema solar", diz.

Para ele, investir na colonização de Marte é maximizar o tempo de vida provável da humanidade.

"A civilização humana pode chegar ao fim por razões externas por um meteoro gigante, mudanças climáticas extremas, ou Terceira Guerra Mundial. Podem ser por várias razões. É importante ressaltar que Marte, principalmente no início, não será luxuoso. Será um trabalho perigoso, árduo, difícil e você pode não conseguir voltar. Mas será glorioso", diz.

Sem casa própria?

Elon Musk durante entrevista com Chris Anderson, chefe das conferências TED — Foto: Reprodução/Youtube

O bilionário, que passou a ocupar pela primeira vez o topo do ranking anual das pessoas mais ricas do mundo neste ano, chamou atenção ao afirmar que não tem casa própria e mora em imóveis de amigos.

"Seria problemático se eu tivesse gastado bilhões de dólares em consumo pessoal. Na verdade eu nem possuo casa própria. Estou ficando em casa de amigos. Se eu for para a baía, onde tem a engenharia da Tesla, eu percorro por quartos vagos de casas de amigos. Eu não tenho iate, eu não tiro férias.

"Não é como se meu consumo fosse alto. A única exceção é um avião, que se eu não usar tenho menos horas para trabalhar", afirmou.

O levantamento feito pela revista americana "Forbes" no dia 5 de abril calculou em US$ 219 bilhões (cerca de R$ 1 trilhão) a fortuna de Musk. A publicação considerou valores até 11 de março e, por isso, não levou em conta o fato de o bilionário ter comprado uma participação acionária de 9,2% do Twitter.

Na comparação com o ranking de 2021 da "Forbes", Musk ganhou US$ 68 bilhões (R$ 316 bilhões). De acordo com a revista, o resultado foi alcançado por conta de uma alta de 33% no preço de ações da Tesla.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Jovem é aprovado em 28 universidades nos Estados Unidos por habilidades no jogo on-line Fortnite

Rocha atinge Júpiter com força de 2 milhões de toneladas de TNT e provoca maior clarão já visto desde 1994

Filha de Elon Musk pede para mudar de nome para cortar relação com o pai bilionário

Luva de Pedreiro desabafa, anuncia pausa nos vídeos e preocupa fãs