Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Apple

iPhone 11, XR e SE ficam mais caros no Brasil e também virão sem carregador e fone de ouvido

Apple reajustou preços após anúncio do iPhone 12, que ainda não tem data para chegar ao país.

iPhones 11 (coloridos) sofreram reajuste de preço e 11 Pro (cinza) deixou de ser vendido no Brasil em outubro de 2020. — Foto: Fabio Tito/G1 (Foto: Reprodução)

Por

A Apple aumentou os preços do iPhone 11, iPhone XR e iPhone SE em sua loja oficial no Brasil, pouco depois de anunciar os novos iPhone 12 na última terça-feira (13).

A companhia também retirou o carregador e fone de ouvido na caixa de todos os aparelhos – os consumidores devem comprá-los de forma separada. A decisão da empresa rendeu memes nas redes sociais (veja ao fim da reportagem).

O aumento nos preços do iPhone 11 e do iPhone XR em suas versões com 64 GB de armazenamento foi de R$ 700. As opções de 128 GB e 256 GB tiveram um salto ainda maior (veja na tabela abaixo).

O iPhone SE, lançado em abril de 2020 como uma alternativa mais em conta entre os celulares da Apple, sofreu reajustes, mas seu preço inicial ainda é o mesmo: R$ 3.699 para a versão de 64 GB de armazenamento. As opções com 128 GB e 256 GB de espaço interno ficaram mais caras.

O iPhone 11 foi a versão mais básica da linha lançada em 2019. Ele foi o sucessor do iPhone XR, com um processador mais potente e uma câmera adicional na traseira.

O iPhone XR, por sua vez, foi lançado em 2018 e também era a opção mais básica da linha na ocasião. Seu preço de lançamento no Brasil foi de R$ 5.199, que abaixou para R$ 4.299 com a chegada das novidades de 2019. Agora, o modelo está em R$ 4.999.

Os aparelhos mais avançados do ano passado, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, não estão mais disponíveis no site oficial da Apple. Os novos modelos do iPhone 12 ainda não têm data para chegar ao Brasil.

Sem carregador e fone de ouvido na caixa

No evento da última terça, a Apple anunciou que os carregadores e fones de ouvido com fio não viriam mais na caixa de seus celulares – o único acessório no pacote é um cabo USB. A medida, segundo a empresa, está relacionada com os seus objetivos ambientais.

A novidade parecia valer somente para os iPhone recém-lançados, mas o site oficial da empresa mostra um aviso ao navegar pelos celulares lançados anteriormente:

Como parte dos esforços para atingir nossos objetivos ambientais, o iPhone não vem mais com adaptador de energia nem EarPods (fones de ouvido com fio). Você pode usar o adaptador de energia e os fones de ouvido da Apple que já tenha ou comprar esses acessórios separadamente.

No Brasil, um carregador custa R$ 219 na loja oficial – os fones com fio da empresa saem pelo mesmo preço.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

YouTube amplia suspensão de Trump por tempo indeterminado

Primeiro implante de córnea artificial restaura visão de homem de 78 anos

Justiça dos EUA rejeita pedido da Parler para que Amazon restaurasse a hospedagem da rede social

Apple avalia iPhone com tela dobrável