Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Falha

Jovem de 17 anos descobre erro e corrige dados da Nasa

Após enviar suas anotações para a Nasa, o rapaz recebeu um agradecimento pela correção e foi convidado para analisar o problema junto com a equipe da entidade

Os sensores de radiação na Estação Espacial Internacional estavam gravando dados falsos (Foto: Divulgação)

Por

Um jovem britânico resolveu entrar em contato com a agência especial Nasa para apontar um erro em seus dados: os sensores de radiação na Estação Espacial Internacional estavam gravando dados falsos.

Miles Soloman, de 17 anos, fez descoberta através do projeto TimPix do Instituto de Pesquisa em Escolas, que dá aos alunos de todo o Reino Unido a oportunidade de trabalhar em dados da estação especial, buscando anomalias e padrões que possam auxiliar em novas pesquisas.

Durante a estadia do astronauta britânico Tim Peake na estação especial, detectores começaram a registrar os níveis de radiação. Ao verificar os dados, ele notou que quando nada chegava ao detector, uma leitura negativa era gravada. O problema é que não se pode obter energia negativa e foi aí que eles avisaram a agência americana.

Após enviar suas anotações para a Nasa, o rapaz recebeu um agradecimento pela correção e foi convidado para analisar o problema junto com a equipe da entidade. Em entrevista ao canal BBC Radio 4, Soloman afirmou que teve acesso a inúmeras planilhas, que são muito mais interessantes do que parecem ser.

A agência afirmou também que estava ciente do problema, mas imaginava que ele só ocorresse algumas vezes por ano e não todos os dias, como o jovem notou.

Apesar de seus amigos sentirem uma pontinha de inveja da descoberta de Solomon, ele garante que não quer provar que a Nasa está errada. “Quero trabalhar e aprender com eles”, disse.

Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais:
 FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Leilão da Receita Federal tem Chromecast e PS4 mais baratos; veja preços

Pesquisa da Paraíba desenvolve ventilador pulmonar inovador, mais funcional e acessível

Avaliada em US$ 1,9 trilhão, valor de mercado da Apple ultrapassa o PIB do Brasil de 2019

Nasa anuncia que vai revisar nomes de planetas, estrelas e galáxias que podem ser preconceituosos