Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Aplicativo

TikTok ultrapassa o Facebook como aplicativo mais baixado de 2020

Dados são da plataforma App Annie, que rastreia o mercado de apps. Plataforma de vídeos ganhou popularidade, apesar de tentativa de Trump de bani-la nos EUA.

Aplicativo chines TikTok rede social logo smartphone. (Foto: Dado Ruvic/Reuters)

Por

O TikTok foi o aplicativo mais baixado do mundo no ano passado, ultrapassando o Facebook e suas plataformas de mensagens, afirmou a rastreadora de mercado App Annie nesta terça-feira (10).

O aplicativo de vídeos cresceu em popularidade, apesar dos esforços do ex-presidente americano Donald Trump para bani-lo ou forçar uma venda a investidores americanos, de acordo com a empresa de pesquisa.

O TikTok, propriedade da empresa chinesa ByteDance, é estimado em ter um bilhão de usuários em todo o mundo, incluindo mais de 100 milhões no Estados Unidos. Seus vídeos curtos são especialmente populares entre os jovens usuários de smartphones.

O presidente americano Joe Biden revogou em junho as ordens executivas de seu antecessor, que buscavam proibir o TikTok e o WeChat (também de propriedade chinesa) dos mercados dos EUA por questões de segurança nacional, mas ordenou uma revisão dos riscos potenciais de serviços de Internet estrangeiros.

Enquanto o debate político sobre a sensação dos vídeos compartilhados crescia, o TikTok saiu da quarta posição entre os aplicativos mais baixados em 2019 e alcançou o primeiro lugar no ano passado, de acordo com os dados da App Annie.

O TikTok ultrapassou o Facebook e dois dos maiores aplicativos de mensagens americanos, Messenger e WhatsApp, segundo a mesma fonte.

A popularidade do TikTok levou o Instagram (propriedade do Facebook) a adicionar recursos de vídeos para aproveitar a tendência.

No mês passado, o TikTok começou a permitir que seus usuários postassem vídeos de até três minutos de duração, triplicando o limite anterior para ficar à frente dos concorrentes.

O Facebook argumenta que o aumento da popularidade do TikTok desmente as alegações das autoridades americanas de que o grupo da Califórnia domina as redes sociais.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Meteoro explode sobre a fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai

iPhone 13: Apple começa pré-venda no Brasil; veja os preços

Cão robô armado com rifle: empresa mostra equipamento nos EUA

Mais uma ex-funcionária do Facebook quer depor contra a empresa no Congresso