Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Aplicativo

WhatsApp ensaia liberar acesso ao app em até quatro dispositivos ao mesmo tempo

Atualmente, o acesso só pode ser feito por dois aparelhos simultaneamente, como computador e tablet, além do celular.

A empresa disse que, a princípio, vai liberar o recurso para um número limitado de usuários no mundo e ainda não tem previsão de data para o público geral. (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O WhatsApp anunciou nesta quarta-feira (14) o início dos testes de uma nova função que permite ao usuário acessar o aplicativo por meio de quatro dispositivos ao mesmo tempo.

Atualmente, o acesso só pode ser feito por dois aparelhos simultaneamente, como computador e tablet, além do celular.

A empresa disse que, a princípio, vai liberar o recurso para um número limitado de usuários no mundo e ainda não tem previsão de data para o público geral.

A função pode ser útil para quem usa muitas telas no trabalho.

A empresa disse que a funcionalidade é segura e usa criptografia ao sincronizar os dados. Além da leitura do QR code, o aplicativo vai pedir a autenticação biométrica para acessar outro dispositivo.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Esconder o 'online', saída silenciosa dos grupos e mais: veja as últimas atualizações do Whatsapp

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Cobertura total do 5G em João Pessoa e outras capitais deve demorar mais dois anos, diz conselheiro da Anatel

Ossos humanos de 1,6 mil anos são encontrados na Paraíba