Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Televisão

Editoria sobre Televisão ir para editoria →

Confira

Bárbara Coelho, apresentadora do Esporte Espetacular, joga futevôlei na praia da Barra da Tijuca, no Rio

Só de biquíni, ela mostrou que domina o esporte, que une manobras do futebol e do futevôlei e tem como objetivo não deixar a bola cair.

Bárbara Coelho joga altinha na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. (Foto: Dilson Silva/AgNews)

Por

Bárbara Coelho, apresentadora do Esporte Espetacular, jogou altinha nesta quarta-feira (3) na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Só de biquíni, ela mostrou que domina o esporte, que une manobras do futebol e do futevôlei e tem como objetivo não deixar a bola cair.

Bárbara é casada com o empresário esportivo Felipe Russo. Os dois se casaram em uma cerimônia realizada em um resort à beira do mar em Angra dos Reis, no Rio. Entre as colegas de jornalismo esportivo estavam Ana Thaís Matos, Janaína Xavier, Joanna de Assis e Roberta Barros, entre outras.

Em entrevista ao Encontro com Fátima Bernardes, Bárbara contou que frequentemente é questionada se sabe realmente o que é impedimento em um jogo de futebol e ouve críticas do tipo que "mulher não sabe debater sobre futebol" e que só está na televisão porque é bonita.

"Acontece muito. A gente tem que lembrar que machismo é uma questão cultural. Os homens e as mulheres foram criados lá atrás para que tivessem espaços diferentes na sociedade. Essa desconstrução do machismo também tem que passar pela consciência da mulher", opinou. "Muitas mulheres ainda têm pensamentos e atitudes machistas e não conseguem enxergar isso, recriminando uma roupa, falando de um comportamento de uma outra mulher, desconfiando do talento pra ela ocupar determinado espaço no mercado de trabalho", acrescentou.

Bárbara admitiu que ela mesma tentava evitar o assédio nos estádios no passado e optava por ir de calça em vez de short, por exemplo. "Há 10 anos, quando frequentava muito estádio, até como mulher eu normalizava alguma situação. Por isso falo da conscientização da mulher porque a gente tem um papel na nossa geração de educar, mais do que julgar, ir para a guerra é explicar o que nos fere, explicar que a gente merece essa liberdade onde quer que a gente esteja", argumentou.

Confira as imagens abaixo:

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Xuxa é acusada de calúnia por ex-diretora e empresária Marlene Mattos

BBB 21: Thaís é eliminada com 82,29% dos votos

Fátima Bernardes manda livros antirracistas para ex-BBB Rodolffo

Já vacinado, Stenio Garcia testa positivo para Covid-19