Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Televisão

Editoria sobre Televisão ir para editoria →

Televisão

Jovem Pan demite Adrilles Jorge após saudação associada ao nazismo ao vivo

Ao notar o constrangimento do comentarista Diogo Schelp, com quem debatia, e do apresentador William Travassos, Adrilles riu. "Surreal, Adrilles", disse Travassos.

O comentarista e ex-BBB Adrilles Jorge (Foto: Reprodução)

Por

A Jovem Pan demitiu o comentarista e ex-BBB Adrilles Jorge, após fazer uma saudação associada ao nazismo, ao vivo, durante o programa Opinião, na Jovem Pan News na noite desta terça-feira (8). O gesto era usado por Hitler e Goebbels após discursos em resposta à saudação feita pelo público.

A demissão foi confirmada pelo presidente da Jovem Pan, Antônio Augusto Amaral de Carvalho, ao Antagonista.

Ao notar o constrangimento do comentarista Diogo Schelp, com quem debatia, e do apresentador William Travassos, Adrilles riu. "Surreal, Adrilles", disse Travassos.

O tema do programa era justamente a polêmica envolvendo o podcaster Monark, que defendeu a existência de um partido nazista no Brasil durante conversa com os deputados Tábata Amaral (PSB) e Kim Kataguiri (Podemos) no podcast "Flow". 

Adrilles usou o Twitter para negar as acusações. "A insanidade dos canceladores ultrapassou o limite da loucura. Depois de um discurso meu veemente contra qualquer defesa de nazismo, um tchau é interpretado como um saudação nazista. Nazista é a sanha canceladora que não enxerga o próprio senso assassino do ridículo", disse. 

A Jovem Pan também se pronunciou sobre o assunto. "O Grupo Jovem Pan repudia qualquer manifestação em defesa do nazismo e suas ideias. Somos veementemente contra a perseguição a qualquer grupo por questões étnicas, religiosas, raciais ou sexuais. No exercício diário de informar e esclarecer nossa audiência, prezamos pelo livre debate de ideias, mas não endossamos qualquer tipo de manifestação que leve ao discurso de ódio e reforce ideias que remetam a um episódio da nossa história que deve ser lembrado como símbolo de um erro da humanidade que não deve jamais ser repetido. Nossos comentaristas têm independência para emitir opiniões, respeitando os limites da lei, opiniões estas que não refletem as posições do Grupo Jovem Pan". 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Movimento 'Sleeping Giants' pede condenação de Sikêra Jr. por má-fé

Filha de Juliano Cazarré é internada de emergência na UTI para fazer cateterismo

Paraibana protagonista da nova novela da Globo celebra nordestinos no elenco: 'As pessoas querem gente nova'

Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos