Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Top 10

Top 10 ir para editoria →

Top 10

Os 10 grandes craques que não conquistaram títulos por sua seleção

Zico, Cruyff, Baggio, Eusébio, Ibra... Messi anuncia que não jogará mais pelo país e se une a outros ídolos que passaram em branco em competições internacionais

Por

Após a derrota nos pênaltis da Argentina para o Chile na final da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, o atacante Messi causou surpresa ao afirmar que não pretende mais jogar pela seleção nacional. Caso esta decisão do jogador se confirme, e ele não mude de ideia, Messi se juntará a grandes jogadores que jamais conquistaram títulos relevantes por suas respectivas seleções, como Zico, Cruyff e Eusébio.

Há um movimento na imprensa argentina para que o craque de apenas 29 anos mude de ideia. A atual vice-campeão mundial está na disputa das eliminatórias para a Copa de 2018, e a competição na Rússia pode ser a próxima chance para Messi quebrar a escrita de jamais ter vencido um torneio pela equipe principal do seu país. Com a camisa albiceleste, ele ganhou a medalha de ouro nas Olimpíadas de 2008 e Mundial Sub-20 em 2005.

Confira abaixo 10 craques que brilharam no futebol mundial, mas não foram campeões por seus países:

Atacante Ibrahimovic deixa a seleção da Suécia aos 34 anos sem ter conquistado nenhum título (Foto: Reuters)

Ibra anunciou sua aposentadoria da seleção sueca após a Eurocopa da França. Maior nome do futebol do país, e um dos maiores jogadores em atividade, ele nunca esteve perto de conquistar algo por seu país. 

09. Eric Cantona - França

Cantona, que aparece em ação pela seleção da França em 1993, só ganhou títulos pelos clubes que jogou (Foto: AP)

Um dos grandes e polêmicos ídolos do futebol francês, Cantona jamais deu a volta olímpica pela França. Foi campeão somente na categoria de base, quando conquistou o título da Eurocopa Sub-21 em 1988.

08. Ballack - Alemanha

Ballack chora após a eliminação da Alemanha na Copa do Mundo de 2006, quando o país foi sede do torneio (Foto: AP)

Ballack teve a chance de jogar em grandes clubes da Europa como Bayern de Munique e Chelsea. Mas pela seleção nacional é da turma do "quase". Por duas vezes esteve perto de ser campeão com a Alemanha, mas foi vice na Copa do Mundo de 2002 (com a derrota para o Brasil por 2 a 0 na final) e vice na Eurocopa de 2008.

07. David Beckham - Inglaterra

David Beckham foi capitão e fez grandes jogos pela Inglaterra, mas faltou um título (Foto: Agência Getty Images)

Referência dentro e fora dos gramados, David Beckham jogou nos principais clubes do mundo como Manchester United, Real Madrid e Milan. Pela seleção inglesa, porém, não esteve perto das conquistas.

06. Raúl - Espanha

Um dos maiores atacantes da história do Real Madrid, Raúl não conquistou nada pela seleção da Espanha (Foto: AP)

Ídolo do Real Madrid e um dos maiores artilheiros do futebol espanhol, Raúl não conquistou títulos pela seleção espanhola. Ele acabou fora do "período de ouro" da Fúria, entre 2008 e 2012, quando o então técnico Luis Aragonés não o convocou para a Eurocopa de 2008. A Espanha foi campeã e Raúl nunca mais teve chance de levantar um troféu por seu país.

05. Eusébio - Portugal

Eusébio foi o grande destaque de Portugal na Copa do Mundo de 1966, disputada na Inglaterra (Foto: AP)

Considerado o maior nome do futebol de Portugal até a explosão de Cristiano Ronaldo, Eusébio era a grande esperança de títulos do país. Jogou muito na Copa do Mundo de 1966, mas a seleção portuguesa caiu na semifinal para a anfitriã Inglaterra e ficou com a terceira posição.

04. Roberto Baggio - Itália

Um dos grandes nomes da Itália na década de 90, Baggio literalmente isolou a chance que teve de ser campeão pela Itália. Na final da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, ele foi o responsável pela última cobrança na disputa de penalidades da Azzurra contra o Brasil, na final. Chutou por cima do gol de Taffarel, e o Brasil ficou com o tetracampeonato. 

03. Zico - Brasil

Outro gênio do futebol que não levantou uma grande taça por sua seleção. Zico disputou, entre outras competições, três Copas do Mundo. Em 1982, a Seleção era considerada a melhor equipe, com um futebol que ficou marcado na memória dos torcedores. Mas não levou o título. Em 1986, o Galinho acabou marcado por perder um pênalti contra a França, nas quartas de final. A partida terminou empatada em 1 a 1, e os franceses levaram a melhor na disputa de penalidades. Desta vez, erraram Sócrates e Júlio César.

02. Johan Cruijff - Holanda

Maior nome do futebol holandês, e um dos maiores da história, Cruyff também ficou no quase pela Laranja Mecânica. Parte de uma geração que encantou o mundo com um futebol moderno e envolvente, o ex-jogador do Barcelona foi vice-campeão mundial em 1974.

01. Lionel Messi

Messi queria a taça da Copa América Centenário, mas deixou os EUA com a medalha de segundo lugar (Foto: AP)

Aos 29 anos, Messi sempre deixou claro que seu grande objetivo, depois de ter conquistado tudo pelo Barcelona e vários prêmios individuais, era ser campeão pela Argentina. Bateu na trave várias vezes. Só em finais, foram três consecutivas (Copa do Mundo de 2014, Copa América de 2015 e Copa América Centenário). Decepcionado, o craque disse que não defenderá mais o país. Com a seleção olímpica, ele foi medalha de ouro nos Jogos de 2008. E também conquistou o Mundial Sub-20 em 2005.


Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Veja quais são os clubes mais valiosos do Brasil

Conheça os 10 melhores hospitais cirúrgicos do mundo

Conheça os 10 maiores exportadores de cervejas do mundo

Revista divulga lista com os 10 clubes mais valiosos do mundo