Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Calamidade

Exército manda tropas e equipamentos para Petrópolis

Serão disponibilizados, por exemplo, ambulâncias e equipes de primeiros-socorros, além de maquinário para desobstrução de vias.

De acordo com a instituição, o apoio começou a partir de quarta-feira (16), com emprego de tropas, viaturas e equipamentos. (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O Exército, por meio do Comando Conjunto Leste, passou a atuar na tragédia de Petrópolis (RJ), para ajudar as vítimas da tragédia causada pelas enchentes no município.

De acordo com a instituição, o apoio começou a partir de quarta-feira (16), com emprego de tropas, viaturas e equipamentos. Serão disponibilizados, por exemplo, ambulâncias e equipes de primeiros-socorros, além de maquinário para desobstrução de vias.

O município na região serrana do Rio de Janeiro foi atingido por fortes tempestades na última terça-feira (15), resultando inundações, enxurradas e deslizamentos que levaram à morte ao menos 104 pessoas.

"De imediato, por meio do 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (32º BIL Mth), sediado na região, foram disponibilizadas viaturas 5 Ton (caminhões), ambulâncias e equipes de primeiros socorros, estando a unidade militar em condições de ampliar o apoio, assim como auxiliar desabrigados em uma escola dentro da sua área, em estreita coordenação com a Defesa Civil Estadual", diz o comando em nota,
Além disso, o texto também afirma que as tropas da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, sediada em Juiz de Fora (MG), também foram acionadas.

O Ministério da Defesa publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira portaria que determina emprego temporário das Forças Armadas em ações de apoio à Defesa Civil na região.

O ministro Walter Braga Netto está em missão oficial à Europa, acompanhando o presidente Jair Bolsonaro (PL). Assim, a portaria foi assinada pelo substituto, general Paulo Sérgio Nogueira, comandante do Exército.

Entre outras coisas, a portaria define que o Exército deve empregar "os recursos operacionais necessários para atuar em apoio à Defesa Civil, em coordenação com os órgãos municipais, estaduais e federais, a fim de contribuir para a mitigação dos efeitos das chuvas na região".

Até a tarde de quarta, a Defesa Civil Municipal contabilizou 325 ocorrências: 269 deslizamentos de terra e 56 desabamentos e quedas de muro e árvores. As equipes ainda trabalham nos resgates, pois há grande dificuldade de acesso em alguns locais.

O Ministério da Saúde disse, em nota, que enviou 500 kg de medicamentos para auxílio de vítimas das chuvas. Além de equipes para fortalecer os atendimentos. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esteve na cidade nesta quinta-feira (17).

"[Estamos aqui] para nos comprometermos em trazer apoio aqueles que precisam de assistência em saúde. O Ministério da Saúde já enviou equipes da vigilância em saúde, da Força Nacional e da atenção primária para oferecer suporte necessário para aqueles que estão desabrigados e desalojados. Nós sabemos que numa situação como essa os problemas de saúde vêm, diarreias agudas, muitos problemas", disse em um vídeo publicado nas redes sociais.

Jair Bolsonaro chegará no Brasil na sexta-feira (18) e deve seguir direto para Petrópolis, onde sobrevoará a região.

O chefe do Executivo, cujo domicílio eleitoral é no estado, afirmou ter feito "várias ligações" para os ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Paulo Guedes (Economia) para que prestassem auxílio imediato às vítimas, e ao governador Cláudio Castro (PL).

"De Moscou tomei conhecimento sobre a tragédia que se abateu em Petrópolis/RJ", disse. "Bem como conversei com o @DefesaGovBr , General Braga Neto, que me acompanha na Rússia", afirmou no Twitter.

O mandatário viajou para o país europeu na noite de segunda-feira (14), para encontro que aconteceu nesta manhã com Vladimir Putin.

"Retorno na próxima sexta-feira e, mesmo distante, continuamos empenhados em ajudar ao próximo", concluiu. Horas mais tarde, em Moscou, ele reafirmou: "Lamentamos as dezenas de mortos. Vamos falar sobre a liberação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, no caso dos afetados) e de verbas para obras de recuperação".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Mega Sena paga hoje prêmio de R$ 43 milhões

Governo do Rio de Janeiro diminui ICMS para gasolina no Estado; preço do litro vai baixar para R$ 6,61

Ministério Público vai apurar se mais dirigentes da Caixa estão envolvidos em denúncias de assédio ou acobertaram a prática

Ex-empresário proibiu Luva de Pedreiro de participar da festa de São João de Quijingue, diz prefeito da cidade