Tragédia

Brasileira é encontrada morta nos Estados Unidos e família pede ajuda para trazer corpo de volta

Suzan Christian Barbosa Ferreira estava nua quando foi encontrada às margens de uma rodovia; ainda não se sabe a causa da morte.

brasileira, morte, estados unidos, mineira

Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma mineira de 42 anos foi encontrada morta em uma rodovia de Northfield Township, em Michigan, nos Estados Unidos. Suzan Christian Barbosa Ferreira estava nua e ainda não há informações da causa da morte. Agora, a família pede ajuda para trazer corpo de brasileira de volta para o Brasil.

De acordo com o portal americano M Live, o corpo de Suzan foi encontrado no último dia 30 por um casal de moradores, Deb Rondon e seu marido, que caminhavam pela rua de sua casa e sentiram um forte cheiro. Eles se aproximaram do local e viram o cadáver da mulher. Imediatamente, ligaram para a polícia.

Suzan estava nos Estados Unidos a negócios e sua família estava sem notícias há alguns dias. Segundo a Rádio Itatiaia, a irmã dela, Roberta Natiara Barbosa Ferreira, informou que a vítima trabalha para ela e seu noivo em uma empresa de importação de produtos chineses.

“Nós estávamos querendo expandir para os Estados Unidos. Ela era a única que tinha o visto, por isso mandamos ela para lá”, explicou Roberta. O sumiço ocorreu após a brasileira parar de responder e receber mensagens por um dia, o que fez com que a família acionasse as autoridades locais.

O hotel em que a vítima estava hospedada informou que ela teria feito o checkout, saído da hospedagem e entrado sozinha em um carro. Para ela, a mineira havia saído do hotel para ir ao aeroporto e voltar para o Brasil.

“A polícia informou que não iria investigar porque como ela não era vulnerável, não tomava nenhum remédio e ela entrou no carro porque ela quis, ela poderia sumir se quisesse”, afirma a irmã.

A investigação só começou após o Consulado Brasileiro, em Chicago, intervir na situação. “Após sofrermos sem notícias dela na quinta, sexta, sábado, domingo e segunda. Depois de cinco dias, o meu noivo encontrou uma reportagem na internet, porque ele já estava procurando na internet por pessoas desaparecidas na região, ele entrou em contato com o detetive que estava investigando o caso”, informou.

Eles entraram em contato com o investigador, que pediu que enviassem um raio-x da arcada dentária de Suzan para poder identificá-la. O resultado foi positivo. A vítima deixou dois filhos, uma adolescente 15 anos e uma criança de 5.

Agora, a família tenta trazer o corpo da mineira de volta ao Brasil. Para arcar com os curtos, eles criaram uma campanha de arrecadação online e pretendem conseguir R$ 100 mil. Até às 9h35 desta segunda, 8, eles já tinham conseguido R$ 11.523,40.

O Terra pediu mais detalhes para Itamaraty, mas até o momento, não teve retorno.

Confira também

 

 

 

Por Terra

COMPARTILHE

Bombando em Mundo

1

Mundo

Além de vice, Trump vê em J.D. Vance, de 39 anos, seu herdeiro político

2

Mundo

Cabo Gilberto classifica tiroteio em comício de Trump como “terrorismo” e diz que há ligações com a esquerda

3

Mundo

Meta retira restrições severas às contas de Trump no Facebook e no Instagram por causa da campanha eleitoral

4

Mundo

Quem era Thomas Matthew Crooks, atirador que tentou assassinar Trump

5

Mundo

Joe Biden fala com Trump após tiroteio, diz Casa Branca