Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

China deverá ter 60 milhões de blogueiros até final de 2006

None

Por

O hábito de criar blogs, os diários online, está crescendo na China, e o número de blogueiros deve chegar a 60 milhões até o final deste ano.

A China é o segundo maior mercado de Internet do mundo, depois dos Estados Unidos, com mais de 110 milhões de usuários. Segundo pesquisa da ferramenta de busca chinesa Baidu.com, o atual números de blogs é 36 milhões, administrados por 16 milhões de pessoas, divulgou a agência de notícias oficial Xinhua neste sábado.

O número de blogueiros chineses deve chegar a 60 milhões no final do ano, disse a Xinhua, citando um relatório da indústria de mídia chinesa feito pela prestigiosa Universidade Tsinghua.

Zhang Xiaorong, diretor de desenvolvimento estratégico da "Bokee", fundada em 2002 e que afirma ter a maior fatia do mercado de blogs da China, disse que sua companhia cria cerca de 100 mil novos blogs por dia.

"Os 60 milhões de blogueiros corresponderiam a mais da metade dos 110 milhões de internautas da China", disse Zhang à Xinhua.

O relatório da universidade prevê que o número de blogueiros na China chegará a 100 milhões em 2007.

Apesar de a indústria ter investido pesado nos blogs, nenhum dos provedores do serviço está lucrando, diz o relatório.

Outro relatório recente da Sociedade de Internet da China mostrou que nove por cento dos blogueiros escrevem todos os dias, 29 por cento, de uma a três vezes por semana, enquanto 35 por cento escrevem entre quatro e seis vezes por semana, disse a Xinhua.

O crescente celeiro de e-jornalistas atraiu empresas locais e gigantes estrangeiras como a Microsoft, o Google e o Yahoo Inc. Mas os mandarins da propaganda do Partido Comunista são obcecados pelo controle, e fecharam alguns blogs opinativos. Salas de chat e murais online são monitorados diariamente em busca de comentários políticos controversos, e palavras delicadas como "liberdade" e "democracia" são censuradas.

Reuters



 



 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Coquetel de medicamentos ministrado em Hospital dos Estados Unidos apresenta resultado promissor contra covid-19

Suspeito de ataque em Paris confessa intenção de atingir cartunistas de Charlie Hebdo

Guaidó rejeita participar de eleição para evidenciar fraude: 'Mundo já sabe que Venezuela é uma ditadura'

Donos de bares e restaurantes de Marselha protestam contram novo fechamento