Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

China deverá ter 60 milhões de blogueiros até final de 2006

None

Por

O hábito de criar blogs, os diários online, está crescendo na China, e o número de blogueiros deve chegar a 60 milhões até o final deste ano.

A China é o segundo maior mercado de Internet do mundo, depois dos Estados Unidos, com mais de 110 milhões de usuários. Segundo pesquisa da ferramenta de busca chinesa Baidu.com, o atual números de blogs é 36 milhões, administrados por 16 milhões de pessoas, divulgou a agência de notícias oficial Xinhua neste sábado.

O número de blogueiros chineses deve chegar a 60 milhões no final do ano, disse a Xinhua, citando um relatório da indústria de mídia chinesa feito pela prestigiosa Universidade Tsinghua.

Zhang Xiaorong, diretor de desenvolvimento estratégico da "Bokee", fundada em 2002 e que afirma ter a maior fatia do mercado de blogs da China, disse que sua companhia cria cerca de 100 mil novos blogs por dia.

"Os 60 milhões de blogueiros corresponderiam a mais da metade dos 110 milhões de internautas da China", disse Zhang à Xinhua.

O relatório da universidade prevê que o número de blogueiros na China chegará a 100 milhões em 2007.

Apesar de a indústria ter investido pesado nos blogs, nenhum dos provedores do serviço está lucrando, diz o relatório.

Outro relatório recente da Sociedade de Internet da China mostrou que nove por cento dos blogueiros escrevem todos os dias, 29 por cento, de uma a três vezes por semana, enquanto 35 por cento escrevem entre quatro e seis vezes por semana, disse a Xinhua.

O crescente celeiro de e-jornalistas atraiu empresas locais e gigantes estrangeiras como a Microsoft, o Google e o Yahoo Inc. Mas os mandarins da propaganda do Partido Comunista são obcecados pelo controle, e fecharam alguns blogs opinativos. Salas de chat e murais online são monitorados diariamente em busca de comentários políticos controversos, e palavras delicadas como "liberdade" e "democracia" são censuradas.

Reuters



 



 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Igrejas são incendiadas e destruídas durante protesto no Chile; cerca de 600 manifestantes foram presos

Condenada por matar grávida e roubar bebê será primeira mulher executada por governo dos EUA em quase 70 anos

Milhares de mulheres saem às ruas para protestar contra Trump nos EUA

Bolívia realiza sua primeira eleição presidencial sem Evo Morales em mais de 20 anos