Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Expectativa

Após vencer consulta prévia para reitora da UFPB, Terezinha Domiciano diz estar confiante na nomeação pelo Governo Federal

Antes de enviar nomes ao MEC, Comissão Organizada da consulta prévia encaminhará relatório ao Conselho Universitário (Consuni) na próxima semana para homologação dos resultados.

Terezinha Domiciano disse estar confiante para sua nomeação pelo Governo Federal pós vencer disputa em consulta on-line nesta semana, na UFPB. (Foto: Reprodução)

Por

Após vencer a consulta prévia na disputa para o cargo de reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a professora doutora Terezinha Domiciano, que encabeçou a chapa 2, de oposição, junto com a professora Mônica Nóbrega, disse ao portal ClickPB estar confiante na nomeação da chapa pelo Governo Federal. A lista tríplice, com as três chapas mais votadas, será encaminhada nos próximos dias ao Ministério da Educação (MEC) que decidirá se confirma a chapa vencedora ou escolhe outro nome para o reitorado de quatro anos na instituição federal.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro nomeou a terceira colocada na disputa para o cargo de reitor, a professora Ludimilla Oliveira, da Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa), que fica no Rio Grande do Norte. No entanto, essa não foi a primeira vez que Bolsonaro escolheu a chapa que obteve o menor número de votos na consulta, contrariando a vontade da comunidade acadêmica. Em agosto de 2019, o presidente também nomeou o terceiro colocado na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), na Região Sul do País.

Por conta disso, há movimentos nas redes sociais, inclusive do próprio Sindicato dos Docentes da UFPB, afirmando “reitora eleita é reitora empossada”. A professora doutora Terezinha Domiciano disse estar confiante na nomeação. “Eu acredito. Estou confiante. Primeiro pelo resultado da eleição que foi muito positivo. E segundo pela nossa capacidade de diálogo. Eu não tenho nenhum envolvimento com partido nenhum, nem de direita e nem de esquerda. Meu partido sempre foi o da universidade em defesa do meu trabalho. Então assim eu acho que não tem nada que possa elevar para não ser nomeada. Estamos confiantes dessa nomeação”, afirmou ao portal ClickPB. 

Antes dos nomes serem enviados ao Ministério da Educação, a professora doutora Terezinha Domiciano explicou que a Comissão Organizada da consulta prévia encaminhará o relatório com os resultados para o Conselho Universitário (Consuni) na próxima semana, provavelmente até dia 03 de setembro.  “Em seguida, a universidade, a reitora, vai convocar os três conselhos: Conselho Curador, Consepe e o Consuni para formação da lista tríplice. A partir dessa definição, que acho que deve quase que em seguida, três dias depois, esses nomes vão para Brasília para fins de nomeação pelo presidente”, revelou.

A votação aconteceu na última quarta-feira (26) e pela primeira vez na instituição, de forma on-line. Esta é a primeira vez na UFPB  que vence uma disputa ao cargo de reitor uma pessoa oriunda do campus do interior da instituição. Terezinha Domiciano Dantas Martins é professora titular do Departamento de Ciência Animal do Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias (CCHSA), no campus III, no município de Bananeiras, no Brejoparaibano. Em sua história de vida e de carreira, participou de movimento estudantil universitário e tem experiência na pesquisa e na extensão. Dentro da instituição, assumiu chefia de departamento e de laboratório, assessoria de pesquisa, coordenou projetos institucionais e foi vice-diretora e diretora do CCHSA por dois mandatos. 


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Diagnosticado com covid-19, senador José Maranhão permanece internado e sem previsão de alta

UFCG decide adotar sistema de aulas híbridas a partir de 2021

Deputados derrubam veto e garantem denúncia de violência contra mulher via WhatsApp na Paraíba

Luciano Cartaxo anuncia Lauro Montenegro, Adalberto Fulgêncio e mais cinco secretários para equipe de transição