Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Coleta de Lixo

Sudema suspende atividades da ServLimp

Nas investigações também foi levantada a suspeita de que os donos da ServLimp estariam praticando crime ambiental, fraude em licitações públicas

As irregularidades no descarte do lixo foram descoberto no início deste mês (Foto: Stênio Macedo)

Por

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente suspendeu as atividade da empresa ServLimp Comércio e Coleta de Resíduos. A suspensão foi assinada no último dia 12 pelo presidente da Sudema, João Vicente Machado, e é o reflexo  da ‘Operação Descartes’  que flagrou irregularidades no acondicionamento de lixo hospitalar em dois formo de uma olaria na cidade de Santa Rita e do embargo promovido pelo Ministério Público Estadual.



No dia 02 deste mês, a Vigilância Sanitária  da Prefeitura de João Pessoa informou que não iria mais validar os processos sanitários que tenham a ‘Serv Limp’ como empresa contratada para o recolhimento de resíduos de serviços de saúde. 

'A Operação Descartes' foi  deflagrada no começo deste mês pelo Ministério Público e pela Polícia Civil da Paraíba e descobriu que o fornos que seria usados para incinerar o lixo hospitalar  estavam desativados. Um dos quais há seis meses.

“O descarte irregular representa um grau elevado de contaminação e risco epidemiológico, com possível contaminação do lençol freático do Rio Paraíba, que corre às margens do terreno onde está localizada a olaria”, disse  à época o delegado Lucas Sá.

Em nota datada de 8 deste mês, a ServLimp disse que vem buscando administrativamente  soluções para dar continuidade a coleta e tratamento de resíduos. 

Nas investigações também foi levantada a suspeita de que os donos da ServLimp estariam praticando crime ambiental, fraude em licitações públicas, utilização de documentos falsos e desvio de recursos públicos. 

“Existem fortes indícios de que as empresas prestadoras de serviços de coleta de resíduos hospitalares teriam celebrado contratos fraudulentos em diversas prefeituras da Paraíba”, revelou o delegado.

Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Eduardo Bolsonaro ataca Julian Lemos e posta montagem do paraibano sentado em privada

Apesar da crise, Julian Lemos acredita em reconciliação e nega boicote ao filho de Bolsonaro

Tribunal de Justiça extingue cargos e destitui 29 chefes após fechar Comarcas na Paraíba

Ex-prefeito, vereador e ex-secretária de Teixeira são condenados por desvios de R$ 297 mil na saúde