Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Em entrevista

Secretário Geral do Ministério Público da União, Eitel Santiago, defende Bolsonaro e diz que Celso de Mello errou ao divulgar vídeo integralmente

''Esse carnaval, que seria o estrondo do vídeo, é o traque de São João. Foi desnecessário'', disse.

Secretário Geral do Ministério Público da União deu entrevista ao Arapuan Verdade (Foto: Reprodução)

Por

''O ministro Celso de Mello errou'', disse o Secretário Geral do Ministério Público da União, Eitel Santiago em entrevista concedida ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, nesta segunda-feira (25).

Para ele, a divulgação integral do vídeo da reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e os ministros foi equivocada, e apenas os trechos referentes à denúncia do ex-ministro Sérgio Moro deveriam ter sido divulgados.

Apesar da discordância, Eitel Santiago afirmou que se fosse advogado do presidente não arguiria a suspeição do ministro do STF no caso, como se afirma que a defesa de Bolsonaro pretende fazer. ''Acho que Celso de Mello é um grande juiz, em fim de carreira, mas sofreu muita pressão'', comentou. 

Eitel Santiago voltou a dizer que, como prova das alegações de Moro, o vídeo é um ''risco n'água''. ''Esse carnaval, que seria o estrondo do vídeo, é o traque de São João. Foi desnecessário'', disse.

Ele afirmou que o procurador-geral da República, Augusto Aras, deve analisar todas as evidências apresentadas e não só o vídeo para tomar a decisão sobre o prosseguimento da investigação.

O secretário, que disse estar se manifestando como cidadão, defendeu o presidente Jair Bolsonaro. ''Essa vontade de derrubar ele a qualquer custo... Esperem pelas urnas!", falou.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Câmara de Bayeux tem 10 dias para realizar eleição indireta e escolher novo prefeito

Bolsonaro volta a criticar governadores que pedem ajuda emergencial permanente

Gilmar volta a criticar governo e diz que situação só não é pior em razão do SUS e dos governadores

Sai João Gonçalves e entra Jutay Menezes na Secretaria de Articulação Política da Paraíba; veja outras mudanças