Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Julgamento

TCE-PB reprova contas do Empreender na gestão de Amanda Rodrigues, esposa de Ricardo Coutinho, por falta de transparência e inadimplência

O colegiado reprovou as contas do Fundo Empreender/PB, "face às irregularidades apontadas pela auditoria, reiteradas em parecer ministerial."

TCE-PB considerou "o elevado número de inadimplência em relação aos empréstimos concedidos, falta de transparência e de controle da efetividade na aplicação dos recursos. Cabe recurso." (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

Por

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) reprovou, nesta quarta-feira (4), as contas do Empreender PB na gestão de Amanda Rodrigues, esposa do ex-governador Ricardo Coutinho. O TCE-PB considerou que houve inadimplência e falta de transparência, segundo informações obtidas pelo ClickPB.

O colegiado reprovou as contas do Fundo Empreender/PB, no período em que esteve à frente a gestora Amanda Araújo Rodrigues, "face às irregularidades apontadas pela auditoria, reiteradas em parecer ministerial, entre as quais, o elevado número de inadimplência em relação aos empréstimos concedidos, falta de transparência e de controle da efetividade na aplicação dos recursos. Cabe recurso", declarou o tribunal.

O Tribunal de Contas do Estado realizou sua 2318ª sessão ordinária por videoconferência, com as presenças dos conselheiros Fábio Túlio Nogueira (vice-presidente em exercício), Arnóbio Alves Viana, Nominando Diniz, André Carlo Torres Pontes e Antônio Gomes Vieira Filho. Também os substitutos Oscar Mamede Santiago Melo, Antônio Cláudio Silva Santos e Renato Sérgio Santiago Melo. Pelo Ministério Público de Contas atuou o procurador geral, Manoel Antônio dos Santos.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Após discurso de Bolsonaro na ONU, governador da Paraíba diz que presidente repete erro que levou Brasil a quase 600 mil mortos por Covid-19

Ronaldo Guerra é extubado em hospital de São Paulo, onde passa por tratamento contra Covid-19

Constituída Comissão Especial na ALPB para tratar sobre a PEC da Polícia Penal na Paraíba

Bolsonaro abre debate geral da 76ª Assembleia Geral da ONU, em Nova York