Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Portas fechadas

Vereadores da base do prefeito quebram luto e elegem novo presidente da Câmara de Sapé

Wilson Cavalcante​, que estava no exercício da presidência, disse que vai entrar na Justiça para anular a eleição.

Wilson Cavalcante assumiu interinamente a presidência, mas base do prefeito fez eleição a portas fechadas (Foto: Arquivo pessoal)

Por

A Câmara Municipal de Sapé quebraram o luto oficial de 15 dias decretado em razão da morte do vereador Johni Rocha e convocou uma eleição a portas fechadas na qual foi eleito o novo presidente da Casa, o vereador Luiz Limeira (Luizinho), sobrinho do prefeito, Roberto Feliciano. A eleição aconteceu ontem (02).  

Após a morte de Johni Rocha, em um acidente de carro, o vice-presidente Wilson Cavalcante assumiu interinamente a presidência. De acordo com o regimento, ele teria que convocar uma nova eleição no prazo de 15 dias. Mas a bancada de apoio ao prefeito convocou uma reunião sem comunicar aos vereadores de oposição. 

A oposição disse que os parlamentares aproveitaram o momento em que funcionários da limpeza abriam o prédio da Câmara e entraram na sede da Câmara. Eles teriam realizado a eleição no gabinete de um dos vereadores, onde fizeram uma reunião.

Wilson Cavalcante disse que vai entrar na Justiça para anular a eleição.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Reforma tributária será apresentada após aprovação da nova Previdência

João Azevêdo anuncia plano de cargos e carreiras para agentes penitenciários na Paraíba

PT desautoriza dirigentes do partido a participarem da gestão de Berg Lima em Bayeux

Berg Lima será interrogado pelo Tribunal de Justiça por acusações de recebimento de propina