Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Religião

Editoria sobre Religião ir para editoria →

DIA DA PADROEIRA

Missa da Padroeira reúne 35 mil e sermão remete à mensagem do Papa

Cerca de 35 mil fiéis estiveram no Santuário Nacional de Aparecida para participar da missa solene do Dia da Padroeira, celebrado neste sábado (12).

Por

Cerca de 35 mil fiéis estiveram no Santuário Nacional de Aparecida para participar da missa solene do Dia da Padroeira, celebrado neste sábado (12). A celebração é a principal do dia. A homilia, cujo tema foi esperança, remeteu à mensagem deixada pelo Papa Franciscodurante sua visita ao Santuário Nacional em julho, dentro da programação da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

No sermão, além da esperança, o arcebispo relembrou a história de devoção à santa e a importância de se deixar surpreender por Deus e viver na alegria, outros temas centrais da fala do pontífice durante a missa de 24 de julho na Basílica. "Tenham sempre no coração esta certeza. Deus caminha a seu lado, nunca lhes deixa desamparados. Nunca percamos a esperança. Nunca deixemos que ela se apague nos nossos corações", disse o arcebispo na celebração.

 

A missa, que durou cerca de duas horas, foi presidida pelo cardeal Dom Raymundo Damasceno de Assis, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e acompanhada pelo bispo auxiliar de AparecidaDom Darci Nicioli e pelo reitor do Santuário Nacional, padre Domingos Sávio.

A expectativa da direção da Basílica é que passem pelo local 150 mil romeiros neste 12 de outubro. Para o cardeal, o número pode superar a expectativa. "O povo vem, claro, todos os anos, por causa da festa, mas evidentemente que neste ano o Papa chamou a atenção para o Santuário", afirmou ao G1. Lotado, o acesso de veículos foi interrompido ao estacionamento da Basílica às 11h e está sendo reaberto conforme a lotação. O local tem 5 mil vagas para carros e ônibus.

Na celebração solene deste feriado estiveram presentes políticos e autoridades, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) e sua esposa, Lu Alckmin, além do deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB) e prefeitos da região, como a prefeita de Cruzeiro, Ana Karin (PR), e os prefeitos de Aparecida, Márcio Siqueira (PSDB) e Guaratinguetá, Francisco Carlos (PSDB).

Festa da Padroeira
Cerca de 150 mil fiéis são esperados neste sábado nas comemorações ao Dia da Padroeira. Uma alvorada festiva às 5h marcou o início das celebrações que devem terminar com uma missa às 21h. Um dos momentos mais esperados do dia deve ocorrer às 14h, quando os fiéis vão rezar um terço em conjunto com católicos de outros nove países. O terço será rezado por meio de uma conexão via satélite com os demais santuários e deve durar cerca de três horas.

De acordo com a programação, cada santuário participante rezará cinco ave-marias em sua língua local e uma mensagem gravada pelo Papa Francisco será exibida durante a oração. Além do Brasil, vão participar do terço católicos da Itália, França, Polônia, Bélgica, Índia, Japão, Estados Unidos e Argentina.

Às 18h está programado um show com os padres Alessandro e Juarez de Castro. Após o show, ocorre a última missa do dia, às 21h, que será presidida pelo padre Josafá Moraes. A festa do Dia da Padroeira teve início com uma novena, que antecede abre as comemorações.

Programação 12 de outubro
13h - Missa
14h - Terço via satélite
17h - Procissão Solene
18h - Show com os padres Alessandro e Juarez de Castro
18h30 - Missa
21h - Missa

 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Edir Macedo sugere que fiéis doem seus bens à Universal antes de morrer

Papa Francisco pede desculpas por ações da Igreja contra a população indígena no Canadá

Papa Francisco viaja ao Canadá onde deve reforçar pedido de desculpas por abusos em internatos indígenas

Não tenham vergonha de denunciar abusos, pede Papa