Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Apple

Apple anuncia troca grátis de capinha com problema

Smart Battery Case é vendido no Brasil por R$ 1.199. Iniciativa também afeta clientes que compraram acessório no exterior e trouxeram para o país.

Smart Battery Case protege e carrega o celular ao mesmo tempo (Foto: Divulgação/Apple)

Por

A Apple iniciou um programa mundial de substituição da capinha para iPhone que também traz bateria extra. O acessório chamado de Smart Battery Case está à venda em diversos países, inclusive no Brasil, onde sai por R$ 1.199. Donos de cases compatíveis com iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max têm direito à troca gratuita do equipamento.

Foram detectados problemas tanto ao conectar o case na tomada, quanto ao ligá-lo no iPhone para dar carga. Pode ocorrer até mesmo de o acessório não recarregar o smartphone, de acordo com a documentação fornecida pela Apple.

Consumidores devem buscar a rede de assistência técnica oficial para que a capinha passe pelo processo de diagnóstico. Caso seja confirmado que ela está danificada, o cliente tem direito a um equipamento novo.

A Apple também orienta os donos do case a buscarem as lojas oficiais. Para tanto, é preciso agendar horário de atendimento nos estabelecimentos localizados no Shopping Morumbi (São Paulo) e no Village Mall (Rio de Janeiro).

A equipe de comunicação da Apple no Brasil esclareceu ao TechTudo que a troca gratuita abrange clientes que compraram o Smart Case Battery no exterior e trouxeram para o país.

Site oficial da Apple menciona programa de substituição — Foto: Reprodução/Apple

Unidades afetadas pelo problema foram produzidas entre janeiro e outubro de 2019. A Apple ressaltou que não se trata de um defeito que prejudique a segurança do usuário. Também informou que a substituição não amplia o tempo de garantia do produto, originalmente lançado para iPhone 7 em 2016.

Ela também funciona com o iPhone 11. O smartphone mais recente da maçã não entrou no programa de substituição.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

WhatsApp vai permitir login em mais de um dispositivo; entenda

Relógio inteligente da Xiaomi tem bateria que dura 10 dias

Mi 10, Mi 10 Pro e surpresa Lite chegam com 5G, quatro câmeras e preço alto

Ministro fala de "desafios e ganhos" de isolamento no espaço