Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Tecnologia

Ar-condicionado da Xiaomi promete cortar até 20% no consumo

Aparelho inteligente da fabricante chinesa promete economizar 20% a mais na conta de luz do que os principais concorrentes

A promessa da fabricante é de economizar 20% a mais no consumo elétrico quando comparado a concorrentes similares. (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Por

Smartmi Air Conditioner A é o novo aparelho de ar-condicionado inteligente da Xiaomi, lançado nesta terça-feira (14). Usando a Inteligência Artificial da marca, a Xiao AI, o aparelho pode ser controlado por comandos de voz ou via aplicativo de celular. A promessa da fabricante é de economizar 20% a mais no consumo elétrico quando comparado a concorrentes similares.

Revelado no mercado chinês com preços a partir de 2.299 yuans (aproximadamente R$ 1.380, em conversão direta), o Smartmi Air Conditioner A tem versões com 1 e 1,5 TR (tonelada de refrigeração) de capacidade, cerca de 12 e 18 BTU. 

Não há informações sobre um eventual lançamento no Brasil.

Segundo a Xiaomi, o Smartmi Air Conditioner A tem uma medida de eficiência anual de 4,65 APF, o que supera as exigências da legislação chinesa — e é suficiente para que o produto se encaixe nos requisitos de outros países. De acordo com o site GizmoChina, atualmente, a China exige um APF (fator de desempenho anual, em português) de 4.5 para os aparelhos. "Em termos mais simples, quanto maior o valor do APF, maior a eficiência energética de um ar-condicionado", explica o site de tecnologia.

Com 1 e 1,5 toneladas de capacidade, o Smartmi é um produto destinado ao uso em ambientes pequenos, como uma residência, apartamento ou escritório. Em BTUs, os dois modelos entregariam algo perto de 12 e 18 mil BTUs, respectivamente. Os preços de lançamento são 2.699 yuans (cerca de R$ 1.622) para o mais potente e 2.299 yuans (em torno de R$ 1.382) para o de menor capacidade.

Por ser "smart", o novo modelo de ar-condicionado da Xiaomi é compatível com a Inteligência Artificial Xiao AI. Por conta disso, é possível integrar o funcionamento do Smartmi a outras plataformas de casa conectada da marca, além de controlar o ar-condicionado por meio do celular.

O usuário pode, por exemplo, estabelecer rotinas pré-definidas para resfriar um ambiente no horário em que chega em casa ou interagir com o Smartmi á distância, pela Internet, seja ligando, desligando ou alterando a temperatura e as configurações do produto.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

WhatsApp vai permitir login em mais de um dispositivo; entenda

Relógio inteligente da Xiaomi tem bateria que dura 10 dias

Mi 10, Mi 10 Pro e surpresa Lite chegam com 5G, quatro câmeras e preço alto

Ministro fala de "desafios e ganhos" de isolamento no espaço