Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Nos EUA

iPhone 11 fica 2 meses dentro d'água e é achado funcionando

Mergulhadores encontraram o celular Apple num lago no parque da Disney nos Estados Unidos. Modelo foi devolvido apenas com marcas de uso.

O iPhone 11 recuperado estava protegido apenas por capa de silicone — Foto: Reprodução/MacRumors (Foto: reprodução)

Por

Uma família americana recuperou um iPhone 11 dois meses após derrubá-lo em um lago do parque da Disney em Orlando, nos Estados Unidos. Eles se surpreenderam ao perceber que o celular da Apple continuava funcionando normalmente, mesmo depois de tanto tempo em contato com líquido. De acordo com a história revelada pelo site MacRumors, na última sexta-feira (28), o aparelho foi encontrado por mergulhadores do Walt Disney World e devolvido aos donos via correios.

Os proprietários do telefone, identificados como Lisa e Jacob Troyer, disseram que o modelo apenas apresentava marcas de uso. A história repercutiu no alto escalão da Apple. O CEO da empresa, Tim Cook, chegou a agradecer pelo relato.

O caso aconteceu em outubro, após o iPhone de Lisa escorregar da bolsa e cair no lago batizado de Seven Seas, localizado na saída de um dos parques do visitadíssimo complexo da Disney. Prontamente, a família avisou aos funcionários da empresa e deixou informações de contato caso o aparelho fosse recuperado.

Um novo telefone foi comprado, mas parte das fotos do passeio familiar havia se perdido. Meses mais tarde, a família Troyer recebeu uma ligação informando que o dispositivo havia sido encontrado. “Consegui recuperar todas as fotos da nossa noite de Halloween na Disney. Além de um pouco de areia e algumas algas na capa, o telefone parece ter apenas alguns sinais de uso”, afirmou Lisa. Ela ainda ressaltou que o smartphone estava protegido apenas por uma fina capa de silicone.

O iPhone 11 conta com certificação IP68 de proteção contra entrada de água e poeira. Quanto maiores os algarismos, mais resistente é o produto. O IP68 é a alternativa mais avançada disponível no mercado atualmente. No entanto, a fabricante assegura que o celular pode ficar submerso apenas à profundidade de dois metros durante 30 minutos.

Família recuperou iPhone 11 que ficou dois meses debaixo d'água — Foto: Reprodução/MacRumors


No relato mais recente, a família constatou que o modelo aguenta muito mais do que isto. Na versão mais parruda da linha, a Apple garante proteção ainda maior: iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max podem ficar submersos em até quatro metros de coluna d'água durante 30 minutos.

Tendo em vista a durabilidade acima da mencionada pela maçã, Lisa decidiu escrever um e-mail para Tim Cook. Segundo a família Troyer, o CEO da Apple respondeu a mensagem agradecendo a mulher por ter compartilhado a história. Vale lembrar que a recomendação é que os usuários façam backups dos arquivos para recuperar os dados do celular em caso de perda ou roubo.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Aplicativos iFood, Amazon, Disney+ e mais ficam fora do ar nesta terça-feira

UFCG é escolhida pela Anatel para conduzir estudos sobre segurança cibernética em 5G

Usuária do Twitter "previu" incêndio na Boate Kiss um ano e meio antes da tragédia

Procon-SP multa Facebook em R$ 11 milhões por apagão no WhatsApp