Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Eleições

Editoria sobre Eleições ir para editoria →

Eleições 2020

Eduardo Paes, do DEM, é eleito prefeito do Rio de Janeiro

Eleito pela terceira vez, ele venceu Crivella (Republicanos) com o dobro de votos do atual prefeito. Com 87,96% das urnas apuradas, às 18h45, Paes somava 1.435.893 votos, ou 64,41% dos válidos.

Paes também fez mudanças no transporte, implantando o sistema de ônibus exclusivos do BRT e reordenando as linhas regulares. (Foto: Reprodução)

Por

Eduardo Paes (DEM) foi eleito neste domingo (29) prefeito do Rio de Janeiro. Será o terceiro mandato do bacharel em direito de 51 anos, que já governou a cidade entre 2009 e 2017.

Com 87,96% das urnas apuradas, às 18h45, Paes somava 1.435.893 votos, ou 64,41% dos válidos, derrotando o atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), que tinha 793.512 votos (35,59%).

O vice-prefeito eleito é Nilton Caldeira, um dos fundadores do Partido Liberal (PL).

Nos dois primeiros mandatos, entre seus feitos, Paes foi o anfitrião das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016. Para tal, remodelou partes da cidade, como a Zona Portuária, derrubando o Elevado da Perimetral. Ainda inaugurou o Parque Madureira e o Centro de Operações Rio.

Paes também fez mudanças no transporte, implantando o sistema de ônibus exclusivos do BRT e reordenando as linhas regulares.

No seu plano de governo para 2021-2025, Paes lista 12 objetivos centrais, como a restauração da qualidade de serviços básicos: saúde, educação e transportes.

Segundo Paes, a recuperação da situação financeira passa pelo pagamento dos salários em dia e "a retomada dos sistemas de meritocracia".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Fundos públicos gastaram R$ 1,7 mi com candidatos sem adversários

Mais de 284 mil pessoas ainda não justificaram ausência nas eleições da Paraíba

Termina nesta quinta-feira prazo para que eleitor justifique ausência ao 1º turno das Eleições 2020

Eleitor tem até a próxima quinta-feira para justificar ausência no primeiro turno