Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Benone Bernardo

Vice-presidente diz que comissão deve se reunir o mais rápido possível para discutir renúncia de Leto Viana

Benone informou que soube da notícia da renúncia de Leto Viana por seu assessor e que deve se reunir com Jonas e Evilásio o mais rápido possível para avaliar a situação atual de Cabedelo.

Benone que comissão deve se reunir o mais rápido possível para avaliar renúncia de Leto (Foto: Divulgação/Assessoria Câmara de Cabedelo)

Por

O vice-presidente da comissão de impeachment de Leto Viana na Câmara de Cabedelo, Benone Bernardo, disse ao ClickPB que vai se reunir com o presidente Evilásio Cavalcanti e com o relator Jonas Pequeno para avaliarem a situação do trabalho do grupo agora com a renúncia do prefeito preso. Leto anunciou ter renunciado do cargo nesta terça-feira (16).

Ele é um dos alvos da Operação Xeque-Mate, da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção onde também estariam envolvidos vereadores e servidores municipais.

Benone informou ao ClickPB que soube da notícia da renúncia de Leto Viana por seu assessor e que deve se reunir com Jonas e Evilásio o mais rápido possível para avaliar a situação atual de Cabedelo.

Saiba mais

Leto Viana renuncia ao cargo de prefeito de Cabedelo

Geusa diz que renúncia de Leto será apresentada hoje em sessão e descarta ser candidata a prefeita

Justiça Eleitoral de Cabedelo diz que eleição do município deve acontecer no final de janeiro

O vice-presidente disse também que a comissão encerrou o trabalho de oitiva das testemunhas na quinta-feira (11) e está no prazo de cinco dias para a emissão do parecer do relator Jonas Pequeno para a votação do pedido de impeachment na Câmara Municipal.

O ClickPB não conseguiu falar com o presidente da comissão, Evilásio Cavalcanti, e com o relator Jonas Pequeno.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Sentença que absolveu ex-prefeito de Sousa é mantida e contrato de iluminação pública é considerado legal

Justiça nega pedido da defesa e mantém prisão preventiva de Ivan Burity

Alcolumbre deve consultar líderes sobre "nova Constituinte"

Ministro do STF notifica paraibano Julian Lemos para explicar ofensas a advogados de Bolsonaro