Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Expectativa

Com transmissibilidade da covid-19 crescendo, novo decreto deve trazer medidas mais restritivas na Paraíba

De acordo com a avaliação mais recente do Plano Novo Normal, a Paraíba apresenta 211 municípios em bandeira laranja e 12 em bandeira vermelha.

Novo decreto deve trazer medidas mais restritivas após piora na situação da pandemia (Foto: Walla Santos/ClickPB)

Por

O novo decreto de medidas sanitárias para combater a disseminação da covid-19, que será publicado pelo Governo do Estado nesta terça-feira (1º), deve trazer medidas mais restritivas para promover o distanciamento social. Essa é a expectativa do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, que, em entrevista ao ClickPB, ressaltou que o estado vive um momento crítico, com cerca de 110 internações por dia.

O secretário Executivo de Gestão de Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, também falou sobre a situação. ''Não é tempo de festividades, comemorações, não é tempo nem mesmo de estar em igrejas, templos e cultos lotados, como nós temos visto com bastante clareza. Fique em casa se puder, e se sair para trabalhar, faça isso com segurança'', disse o secretário. ''Use máscara e não se aglomere em hipótese nenhuma'', completou.

De acordo com a avaliação mais recente do Plano Novo Normal, que serve justamente para guiar a elaboração de medidas restritivas no combate à covid-19, a Paraíba apresenta 211 municípios em bandeira laranja e 12 em bandeira vermelha

Daniel Beltrammi explicou que isso se deve ao aumento na ocupação de leitos, já que atualmente o estado tem 1.005 pacientes internados com a doença, e também à taxa de transmissibilidade crescente. A taxa está em 1.05, o que significa que cada 100 pessoas infectadas podem transmitir a doença para outras 105.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Mesmo com venda proibida no Brasil, mais de 19% dos jovens até 24 anos usa cigarros eletrônicos no país

Doja Cat diz que vai parar de usar vape após precisar operar amígdalas

Santa Rita, Sapé, Baía da Traição e Marcação têm piores índices de vacinação contra sarampo e gripe; quase 60% ainda não se vacinaram na Paraíba

Nova vacina contra meningite alcança alta proteção em bebês de até dois anos