Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Violência no Bessa

IPC diz que taxista foi baleado com seis tiros na região do peito e barriga

A Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (SESDS) informou que o laudo do exame do corpo da vítima será divulgado em até 10 dias após o crime, conforme o prazo legal.

IPC diz que taxista foi baleado com seis tiros na região do peito e barriga (Foto: Arquivo pessoal)

Por

O diretor do Instituto de Polícia Científica (IPC), Marcelo Burity, informou de forma preliminar que o taxista morto no bairro do Bessa, em João Pessoa, nessa sexta-feira (15), foi atingido por seis tiros. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (SESDS) informou que o laudo do exame do corpo da vítima será divulgado em até 10 dias após o crime, conforme o prazo legal.

A família de Paulo Damião recebeu uma declaração de óbito para conseguir realizar o sepultamento dele. No documento, consta que o condutor de táxi teve "choque hemorrágico, lesões perfuro contusas de vísceras torácias e abdominal, traumatismo perfuro contuso de tórax" causado por "arma de fogo".

Saiba mais

Suspeito de ter matado taxista se entrega à polícia após quase quatro horas de negociação

Suspeito de matar taxista ficará preso no 5º Batalhão da PM

Vídeo de câmera de segurança registra momento de disparos contra taxista no Bessa

Defesa diz que suspeito de matar taxista não tem diploma e pede revogação de prisão especial

Ainda segundo a Secretaria de Estado da Segurança, o prazo para conclusão do laudo pode ser prorrogado se houver necessidade de mais exames. A SESDS informou, também, que somente o laudo terá a quantidade exata dos disparos sofridos pela vítima.

Paulo Damião foi baleado várias vezes durante suposta briga de trânsito no bairro do Bessa. O suspeito que foi preso e já passou por audiência de custódia é o corretor de imóveis, Gustavo Teixeira Correa, de 42 anos. Ele teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva e foi recolhido no 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), por ter curso superior.

Contudo, o advogado do Sindicato dos Taxistas, Carlos Magno, argumenta que a declaração de conclusão de curso apresentada pela defesa de Gustavo para pedido de prisão especial não é válida para a concessão do direito. A defesa do taxista vai pedir a revogação dessa prisão especial e o encaminhamento do corretor ao presídio do Roger.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Jovem é preso com revólver, maconha e papel filme para embalagem de drogas, em JP

Câmera registra dupla de moto assaltar mulher em João Pessoa

Homem é baleado no Valentina e socorrido para hospital

Homem morre ao cair de viaduto na BR-230 após acidente entre carro e moto