UFC

Dos Anjos tira ‘peso das costas’ com boa vitória sobre Lee e garante: ‘Ainda quero ser campeão’

O triunfo também recoloca Dos Anjos como um dos postulantes ao título na concorrida divisão dos meio-médios.

Por

Redenção. Essa é a palavra que define a vitória de Rafael dos Anjos sobre Kevin Lee, no último sábado (18), pela luta principal do UFC Fight Night 152, em Rochester, Nova York (EUA). Vindo de duas derrotas seguidas, o experiente brasileiro deixou a pressão de lado e finalizou o americano no quarto round, aplicando um justo katagatame.

“Na minha estreia no UFC, eu perdi duas lutas seguidas. Antes de me mudar de divisão (dos leves para os meio-médios), perdi duas seguidas. E não vou mentir para vocês: eu estava sob muita pressão. Então, é bom estar de volta no caminho das vitórias”, disse o lutador de 34 anos ao canal ESPN+, segundo transcrição do site MMA Fighting.

O triunfo também recoloca Dos Anjos como um dos postulantes ao título na concorrida divisão dos meio-médios. Na opinião do brasileiro, porém, a próxima disputa será entre Colby Covington, ex-campeão interino, e Kamaru Usman, atual campeão linear.

“O Kevin (Lee) é um cara duro, mas não estava ranqueado. Ele subiu para a divisão agora (do peso leve para o meio-médio) e acho que era uma boa luta para me recolocar no caminho das vitórias. Eu vejo o campeão interino enfrentando o campeão linear agora, provavelmente, então estou apenas aberto”, afirmou Rafael, antes de completar.

“Eu precisava disso (vencer). Minha última vitória foi há 18 meses, contra o Robbie Lawler, em dezembro de 2017. Eu me sinto ótimo, é um peso enorme que sai das minhas costas”.

Por fim, o ex-campeão peso-leve do UFC garantiu que segue firme em busca do sonho de se tornar campeão em duas categorias diferentes da organização: “Eu quero ser campeão um dia e, se eu não acreditar, aí que não vou ser campeão, vou parar de lutar. Desisto do esporte. Porém, eu ainda acredito que posso fazer isso e vou trabalhar para chegar lá. Trabalhar duro nisso”, encerrou Dos Anjos, atualmente terceiro no ranking meio-médio.


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Escalado para lutar em Wembley, Luis Henrique KLB garante: "Vou finalizar no segundo round"

Colby Covington reclama de "bolsa de desafiante" oferecida pelo UFC: "Sou o campeão, não perdi"

Khabib Nurmagomedov finaliza Poirier e unifica títulos dos leves no UFC 242

Com ‘maior contrato da história do MMA feminino’, Cris Cyborg é anunciada pelo Bellator